Atlético MG x São Paulo, mata-mata de verdade na Libertadores

Arena Independência

Amigo torcedor, amigo leitor, na noite de Quarta-feira, 19, o estádio do Horto que se tornou a casa do Atlético-MG, recebeu mais um grande jogo de Libertadores. O adversário, o tradicional Tricolor Paulista, Tri campeão da América e um dos rivais eliminados em 2013, com o famoso lance da garrafa d’água de R.Ceni e R10. O Galo vinha com seu matador, Lucas Pratto, o São Paulo vinha com seu brigador, Calleri, e ambos com a incumbência de decidir o jogo, juntamente com Cazares e Ganso.

Com o apoio da Massa que lotou o Independência, fazendo a tradicional “Rua de Fogo” e um belo mosaico antes do início da partida, festas sempre presentes nos grandes jogos do Atlético. A partida começou fulminante, aos 11 minutos o Galo já vencia por dois a zero, gols de Cazares, em ótima noite e Carlos, que deixou o campo no intervalo, assim ambos alimentavam o sonho do Bi campeonato da América.

(AP Photo/Juliana Flister esporteuol)
AP Photo/Juliana Flister esporteuol

Aos 15 minutos, porém, São Victor, herói em 2013, acabou falhando no corte de um cruzamento que resultou no gol do ótimo e inspirado zagueiro Maicon, herói da classificação São Paulina.

(Foto: Cristiane Matos/AFP) Gazeta Esportiva
(Foto: Cristiane Matos/AFP) Gazeta Esportiva

O jogo seguiu eletrizante até o último minuto do segundo tempo, digno de um mata-mata e sem deixar de conter Cenas Lamentáveis, alimentadas pelo sempre arisco e General, Leandro Donizete, que em todo o jogo trocava farpas com o normalmente calmo PH Ganso, que não ficou tão calmo e também deu alguns pontapés. Como previsível, aos 45 do segundo tempo, Donizete, que havia batido boa parte do jogo e era aniversariante da noite, levou o segundo amarelo como presente e deixou o campo mais cedo.

Para terminar o jogo, o time mineiro ainda contou com uma falta próxima da área da equipe paulista, mas em momento de desespero e aos sons do famoso e tradicional “EU ACREDITO” Lucas Pratto acabou isolando a última chance do sonho atleticano e deixando o São Paulo ainda mais vivo e próximo do tetra campeonato continental. Atlético MG x São Paulo, um clássico digno de quartas de final de Libertadores, o maior torneio da América. Respira futebol.

Texto: Daniel Bravo

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*