BEL 1×3 GAL – Gales continua fazendo história, e não quer parar

País de Gales se classifica eliminando a Bélgica

Eles continuam fazendo história (Imagem: Globoesporte.com)

‘’Ahhhh, o futebol!’’, quantas vezes vocês já ouviram essa simples fala, e se perguntaram como podem existir tantos loucos, fanáticos, amantes, desse esporte que é o melhor do mundo? O jogo das quartas de finais da Euro 2016 respondeu, e muito, os que questionam o gosto pelo futebol. País de Gales e Bélgica fizeram um jogo digno de aplausos. Aplausos pela coragem galesa, aplausos pelo futebol apresentado dos dois lados, aplausos a esse esporte, que surpreende e nos proporciona tantas alegrias e emoções.

Já era promessa de jogão, com a fantástica geração belga, que até pouco tempo figurava como a primeira seleção do ranking mundial da FIFA, ou seja, a melhor seleção do mundo. Para muitos, uma afirmação muito equivocada para aqueles que ainda não conquistaram nem um título importante. Para outros, a escolha era merecida, devido às peças individuais: são vários craques como Hazard, Lukaku, Courtois e De Bruyne. Do outro lado, o esquadrão galês, comandado por Gareth Bale, astro do Real Madrid, e pelo camisa 10, Aaron Ramsey, que está fazendo uma Eurocopa fantástica. Já era de se esperar um baita duelo.

Quando rolou a bola, a seleção belga já mostrou superioridade e partiu pra cima. Aos seis minutos, em um bombardeio incrível, a bola não entrou. Carrasco saiu cara a cara, e Hennessey fezz grande defesa. O lateral Meunier bateu no rebote, e a defesa afastou em cima da linha. Na volta, Hazard bateu, a bola desviou e saiu pela linha de fundo, para desespero da torcida belga. Já aos 12, finalmente, a bola entrou, e foi um golaço. Bola rolada de trás, e Nainggolan, do meio da rua, soltou um balaço incrível. Ela morreu no ângulo do goleiro Galês, um golaço, a seleção Belga abria o placar: 1 a 0.

A seleção de Gales não sentiu o gol. Foi pra cima, e tinha mais posse de bola durante o jogo. Já aos 29, em cobrança de escanteio, o capitão Willians subiu mais alto que a zaga e empatou o jogo em cabeçada fatal. Falha da defesa belga, e desespero do goleiro Courtois, era o empate Galês: 1 a 1. Com o fim do primeiro tempo bastante movimentado, o segundo tempo prometia um jogo aberto e ataques velozes dos dois lados.

Quando rolou a bola pro segundo tempo, os dois times foram em busca do resultado, e querendo ganhar o jogo. A seleção belga chegava muito bem ao ataque, com Hazard chutando de fora. Logo depois, em cruzamento, Lukaku sozinho, cabeceou pra fora, deixando o treinador Wilmots alucinado na beira do campo.Em seguida, bola puniu a Bélgica. O centro avante Kanu girou, deixou 3 marcadores belgas na saudade e marcou um golaço, pra delírio da torcida Galesa, era a virada incrível: 2 a 1.

A Bélgica se lançou ao ataque, buscava o gol a todo momento. Queria o empate, pois o tempo era precioso. Nenhuma chance totalmente clara foi criada após o gol sofrido. A pressão dos belgas era falha, e em um contra ataque, em bola alçada a área, Vokes subiu sozinho no meio da zaga, e consolidou a vitória galesa: 3 a 1. Gales estava classificada para as semi-finais, fazendo história e tirando uma das melhores seleções do campeonato.

Na quarta-feira, em Lyon, Pais de Gales e Portugal se enfrentam na semi-final. Vale lembrar o duelo entre os companheiros de Real Madrid, Bale e Cristiano Ronaldo. Com a promessa de mais um grande jogo, o País de Gales continua fazendo história, e não quer parar por aqui.

Texto: Daniel Ribeiro

1 Comentário em BEL 1×3 GAL – Gales continua fazendo história, e não quer parar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*