CAM 2 x 1 CFC – Pratto retorna, mas a estrela de Robinho brilha mais forte no Galo

Galo luta pelas posições na parte de cima da tabela, e o Coxa está na luta para sair do Z-4

Robinho marcou dois gols (Foto: Bruno Cantini/Atlético MG)
Robinho marcou dois gols (Foto: Bruno Cantini/Atlético MG)

O estádio Independência em Belo Horizonte recebeu o compromisso entre Atlético-MG e Coritiba pela 15ª rodada da Série A do Brasileirão. O Galo luta pelas posições na parte de cima da tabela, e o Coxa está na luta para sair do Z-4. Os donos da casa receberam um grande público em plena segunda-feira, na expectativa de uma grande exibição. Os visitantes buscavam ganhar fora de casa, já que suas três vitórias foram no Couto Pereira. Os atleticanos festejavam a volta de um dos seus craques, o atacante Lucas Pratto, que estava no banco após quase três meses lesionado.

O primeiro tempo foi marcado pela divisão da posse bola. Os dois times tiveram boa criação nas jogadas, mas falhavam nas finalizações e nos vários impedimentos que aconteceram. O primeiro lance de perigo veio aos 14 minutos, em falha da zaga atleticana. Kleber fez boa jogada, tocou para Carlinhos, que chutou fraco e facilitou a defesa de Victor. Na sequência, em falta batida por João Paulo, a bola passou rente ao travessão. Aos 20 minutos, Carlos César recuperou a bola e cruzou para Carlos. O atacante fez boa cabeçada, e a bola bateu na trave da esquerda e saiu. O Coxa então subiu a marcação no meio campo para pressionar a saída de bola do Galo, que respondeu trocando as investidas pelas laterais do campo. Aos 22 minutos, Carlos César inverteu o jogo para achar Robinho livre. De primeira, ele chutou com muita força e acertou a rede pelo lado de fora trazendo muito perigo. Pouco depois, Douglas tentou inverter o jogo: a bola passou por Ronaldo, e o atacante Juan, do Coxa, antecipou para chutar colocado. Victor fez a defesa para evitar o gol paranaense.

Carlos sofreu uma entrada dura, e poucos minutos depois, caiu e pediu a substituição. Lucas Pratto saiu do banco e a torcida foi à loucura com sua entrada. O Urso estava fora do Galo desde o jogo da Libertadores contra o São Paulo.

camcfc1
Pratto ouve instrução do técnico e entra no jogo (Foto: Fernando Martins/Globo Esporte)

O primeiro gol da partida saiu aos 40 minutos. Eduardo roubou a bola no meio, viu a passagem de Robinho e cruzou. O atacante acertou a cabeçada para abrir o placar para os donos da casa.

camcfc2
Gol de Robinho no Galo (Foto: Bruno Cantini/Atlético MG)

O segundo tempo foi marcado pela grande pressão que o Coritiba exerceu. O Atlético não se encontrou no meio, e a combinação Eduardo e Maicosuel não foi tão efetiva como era esperado. Mesmo com Rafael Carioca fazendo boa partida e ajudando na marcação. A primeira boa chance de gol veio aos 13 minutos. O atleticano Douglas Santos cruzou para Fred completar, mas o atacante pegou embaixo da bola e mandou longe. No lance seguinte, Kléber recebeu com boas condições na grade área e chutou para fora. Aos 19 minutos, Kazim correu com a bola na linha central do campo e sofreu falta forte de Eduardo. Os dois começaram uma discussão e trocaram empurrões. Foram amarelados pelo árbitro. O Coritiba cresceu a partir daqli e segurou mais a posse de bola para tentar criar a chance de empate.

Aos 30, trinta Carlinhos arrancou e tramou jogada com Kléber. O Gladiador fez um passe excepcional de volta, para Carlinhos finalizar no contrapé do arqueiro alvinegro. O Coritiba conseguiu o merecido empate depois de estar melhor no jogo. Aos 35, Maicosuel recebeu uma grande assistência de Rafael Carioca, lançando do meio de campo. O atacante cortou o zagueiro alviverde, mas chutou muito fraco. O goleiro Wilson defendeu sem dificuldade. Aos 39, em jogada de Clayton, Robinho tocou para o gol e selou a vitória dos donos da casa. O jogo ainda teria mais um lance polêmico no fim, em jogada de Robinho também. O atacante foi desarmado por Carlinhos e caiu dentro da grande área, pedindo a penalidade. O árbitro Leandro Vuaden mandou o jogou seguir e terminou a partida no minuto seguinte.

Apesar do bom jogo, o Coritiba continua sem vencer uma partida fora de casa e se encontra em situação crítica: 19° lugar com 15 pontos, atrás apenas do lanterna América-MG. Situação diferente do Atlético, que subiu para oitava posição com 23 pontos e está a três pontos do G-4. O Coxa precisa vencer seu próximo desafio contra o Santa Cruz, no Arruda, já que é um oponente direto na luta contra o rebaixamento. Já o Atlético terá um grande desafio no Allianz Parque contra o líder Palmeiras. O objetivo é manter vivo o sonho do título e a briga pela entrada na Libertadores.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO 2 x 1 CORITIBA
Estádio: Arena Independência
Gols: Robinho (41′) (85′), Carlinhos (75′)
Público:
20.891
Renda:
R$639.656,00
Cartões amarelos: Ronaldo, Eduardo (Atlético); Edinho, Kazim (Coritiba)

Atlético-MG: Victor; Carlos César, Leonardo Silva, Ronaldo e Douglas Santos; Rafael Carioca, Eduardo, Maicosuel (Clayton) e Robinho; Carlos (Lucas Pratto) e Fred (Lucas Cândido). Técnico: Marcelo Oliveira.

Coritiba: Wilson; Ceará, Luccas Claro, Juninho e Carlinhos; Edinho (Leandro), Alan Santos (Felipe Amorim), João Paulo e Juan (Bernardo); Kazim e Kleber. Técnico: Pachequinho.

 

Texto: Lucas Poeiras

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*