CAM 5×3 BOT – Cazares comanda vitória do Galo em cima do Botafogo

Galo está apenas a 2 pontos da zona de classificação da Libertadores

Festa dos atleticanos para a grande atuação de Cázares (Foto: Reprodução/Fernando Martins/ Globo Minas)

O Atlético-MG e Botafogo protagonizaram um grande jogo pelo Brasileirão nesta quinta-feira (30). Os mineiros vieram de três vitórias consecutivas, saindo da zona de rebaixamento e estavam no 11° lugar. A estrela solitária está em uma campanha irregular pelo nacional e briga no Z-4 para não ser rebaixado. Os times vieram em situações diferentes para duelar pelo três pontos no gigante da pampulha. Um jogo forte tecnicamente e muito movimentado foi assistido por mais de trinta e cinco mil pessoas na noite belorizontina.

O Botafogo foi a campo com seu time habitual, onde os destaques são Camilo (ex-Chapecoense) e Neilton (ex-Santos). A equipe do Galo veio a campo com uma pequena surpresa: Carlos César para substituir Marcos Rocha, sendo  que o substituto imediato seria o versátil Patric.

galobota
Equipes perfiladas para o começo do jogo (Foto: Reprodução/Fernando Martins/Globo Minas)

O jogo começou e logo na saída de bola o zagueiro Erazo chuta a bola para frente que encontra Fred. O centroavante dá belo toque para Cazares que finaliza e abre o placar com 13 segundos de jogo para delírio da torcida. Aos sete minutos, o meio campo atleticano perde a bola e Camilo tenta lançamento longo. O zagueiro Léo Silva antecipa e corta a jogada. O Atlético, durante os primeiros quinze minutos, mostrou claramente sua proposta tática no jogo: manter a posse de bola e fazer investidas pelas laterais. O Botafogo se recuperando do inesperado gol, se defendia e tentava transições rápidas para o ataque, apostando na velocidade de seus atacantes Neilton e Ribamar. Aos 18 minutos, o meio campista Fernandes tenta elevação para Neilton, ele finaliza com muito perigo a esquerda da meta de Victor, mas o juiz anula a jogada assinalando impedimento. O zagueiro botafoguense Emerson faz intervenção no jogo com as mãos no minuto 24 e o juiz assinala falta perigosa na meia lua. O dono da partida, Cázares, bate a falta no canto direito do goleiro Sidão que faz defesa espetacular e evita o segundo tento mineiro.

O jogo se equilibrou dos 30 aos 45 minutos do primeiro tempo. Apenas no fim, Cázares, de novo, faz arrancada pela esquerda, chega até a linha de fundo e cruza para Robinho. O “rei das pedaladas” ajeitou a bola, dominou e bateu na esquerda de Sidão para computar o segundo tempo mineiro. O atacante do Botafogo sentiu uma lesão na perna e não jogou pelo resto da partida. O jogador foi flagrado pelas câmeras chorando na maca em direção ao vestiário.

O segundo tempo teve gol também logo ao começo. Dois minutos de jogo e Cázares faz cruzamento preciso para Fred, que guarda a bola na meta e anota o terceiro tento mineiro. A próxima ação contundente veio do Botafogo aos dezesseis minutos com Sassá. O ponta bateu de fora da área com violência e obrigou o arqueiro do Galo a operar mais uma grande defesa. Aos vinte quatro minutos, jogada de Camilo para Sassá que finaliza na cara do goleiro Victor, que opera outra grande defesa. Após o escanteio, em jogada rápida, o lateral Carlos César sai de encontro com a mãos na bola na grande área. O juiz não hesita e apita o penalty. Sassá que já vinha em ritmo de jogo, pega a responsabilidade e converte o primeiro gol do cariocas.

A resposta do Galo veio rapidamente. Arrancada de Cázares, o equatoriano tabela com Fred que devolve o favor e deixa a conclusão. O jogo manteve-se equilibrado com o Botafogo mantendo um pouco mais a posse de bola. Aos 92 minutos, o atacante Carlos recebe lançamento de Cázares (ele de novo) que conclui e marca o quinto e último gol da equipe de Belo Horizonte. Ainda deu tempo para Bruno chutar de fora da área fazer seu gol.

O Atlético avança para sua quarta vitória seguida e encontrará o Figueirense, em Santa Catarina. O Botafogo, no momento, está em 18° e em situação delicada. A estrela solitária precisa encontrar a vitória se almeja manter o status na Série A. Graças a grande atuação de Cázares, com dois gols e três assistências, o Atlético-MG agora está apenas a 2 pontos da zona de classificação da Libertadores.

Texto: Lucas Poeiras (@pueira)

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*