CEN 1×1 GUA – Central empata com Guarani em casa e está eliminado

Altemar, de pênalti, empatou para o Central (Foto: Renan Vasconcelos)

E o sonho alvinegro de retornar a Série C chegou ao fim na noite deste domingo. Em partida válida pela última rodada da fase de grupos da Série D 2016, o Central recebeu o Guarani de Juazeiro, lanterna do grupo, e precisava de uma simples vitória para se classificar para o mata-mata sem depender de ninguém. Quando a bola rolou, um desastre dentro de campo e a eliminação.

A Patativa começou melhor a partida, empurrada pela torcida, o Central partiu pra cima nos primeiros movimentos do jogo e por muito pouco não abriu o marcador quando Altemar cruzou para Candinho, que se esticou todo mas não conseguiu completar pro fundo da rede. Mas aos 8 minutos da primeira etapa, um duro golpe no time de Caruaru. Após cruzamento vindo da direita, Alemão foi tentar afastar e acertou uma canelada indefensável, gol contra do Central. A partir daí o time ficou nervoso em campo, e, minutos depois, Alemão voltou a falhar mas contou com a agilidade de Murilo. O goleiro do Central correu mais que o atacante do Guarani e evitou que o time cearense ampliasse o marcador.

O tempo foi passando e o Central não conseguia furar o ferrolho defensivo do Guarani. Somente aos 40 minutos da primeira etapa que o Central enfim conseguiu o empate. Altemar, em cobrança rasteira de pênalti, deixou tudo igual no marcador, levando a torcida alvinegra ao delírio. Ao fim do primeiro tempo, aplausos da torcida, que incentivava o time em busca da virada.

No começo do segundo tempo, veio a notícia de que CSA e Parnahyba empatavam em 1 a 1, caso o Central virasse, iria se classificar. Caso não conseguisse, torcia para uma vitória do CSA. Mas o clima foi ficando tenso no Lacerdão, o time caruaruense pressionava de todas as formas possíveis mas não conseguia virar o placar. O Guarani, por sua vez, se fechou no campo de defesa e explorava os contra-ataques. E foram nesses contra-ataques que as melhores chances do segundo tempo apareceram. Aos 31 minutos da etapa complementar, Abuda, ex-Corinthians e Vasco, aproveitou bobeira da zaga do Guarani e saiu na cara do goleiro adversário, era a chance da classificação. O atacante fechou o olho e soltou uma bomba em cima de Diego, que defendeu sem dificuldades.

Depois disso, o tempo virou inimigo do Central. O time foi ficando nervoso e errando passes bestas, consequentemente, as chances foram ficando raras e a torcida cada vez mais impaciente. A cera do time cearense foi irritando ainda mais os torcedores presentes no Lacerdão. O juiz deu 5 minutos de acréscimos, mas o jogo ficou no 1 a 1.

No apito final, a torcida do Central comemorou um suposto gol do CSA, que seria o da vitória do time alagoano em cima do Parnahyba, o que daria a vaga para o Central. Jogadores e torcida foram a loucura, mas segundos depois, veio a notícia de que o gol foi anulado. Resultado, CSA e Parnahyba classificados, Central e Guarani-CE eliminados.

 

FICHA TÉCNICA
CENTRAL-PE 1×1 GUARANI-CE

Local: Lacerdão, em Caruaru (PE)
Data: 17 de julho de 2016, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Renato Cardoso da Conceição (MG)
Assistentes: Marcio Freire Lopes (PB) e Tomaz Diniz de Araujo (PB)
Cartões Amarelo: Sanny, Liniker, Candinho, Alemão, Richard, Douglas Carioca (CEN); Nael, Rafael Tchuca, Netinho (GUA)

CENTRAL-PE: Murilo; Richard, Sanny, Aylton Alemão e Altemar; Douglas Carioca, Candinho, Liniker (David Manteiga) e Danilo Cintra (Abuda); Thiaguinho (Márcio Costa) e Romário.
Técnico: Catende (interino)

GUARANI-CE: Diego; Rafael Tchuca, Afonso, Pedro Lucas e Nael; Gleidson, Jhonata, Ronda e Netinho; Juninho e Kelvis.
Técnico: Washington Luiz

 

Texto: Guilherme Batista

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*