CL na Copa: Egito é Salah +10

Equipe comandada pelo atacante do Liverpool nutre chances de classificação às oitavas de final

Por Guilherme Rossini, RS

Eram jogados 43 minutos do segundo tempo da partida decisiva que estava levando o Egito para a Copa do Mundo após 28 anos. Quando um gol, tomado em uma bola cruzada pela seleção do Congo, pareceu esvair todas as esperanças dos jogadores e da torcida do esquadrão egípcio. Mas o Egito tem um jogador capaz de construir obras faraônicas, e o nome dele é Mohamed Salah. Ele, que já havia feito o primeiro gol de sua seleção, também marcou aos 50 minutos, sendo este o gol da classificação para a Copa do Mundo.

Egito nas Copas

Para que todos tenham a ideia da dimensão da conquista dessa seleção, entendam que o Egito, até 2018, só havia se classificado para duas edições do maior torneio de seleções do mundo. Em 1934 e 1990. No ano de 1934, era disputada a segunda Copa do Mundo da história e a seleção egípcia jogou apenas uma partida, sendo eliminada pela Hungria. Já em sua segunda participação, em 1990, a seleção conseguiu dois empates, contra Holanda e Irlanda, mas acabou derrotada pela Inglaterra.

Classificação

E na partida dramática, que terminou com vitória do Egito por 2 a 1, com um gol aos 50 minutos do segundo tempo, foi a chave para a Copa do Mundo deste ano. Em um grupo que tinha como adversários, além da seleção congolesa, Uganda e Gana, os egípcios conseguiram a vaga ao fazer 13 pontos dos 18 disponíveis. Porém, essa classificação passou diretamente pelos pés dele, novamente, Mohamed Salah. Atuando em cinco das seis partidas da fase de grupos, o camisa 10 marcou cinco gols, sendo que dos cinco confrontos em que ele esteve presente, sua seleção venceu quatro e perdeu apenas um. 

Salah +10

O craque, o cara que faz a diferença, o atacante que levou o Egito novamente para a Copa do Mundo após 28 anos, esse é Mohamed Salah Ghaly. Quando cito sobre o atacante ser capaz de construir obras faraônicas, obviamente me refiro a uma comparação. Entretanto, os números de Salah no mundo do futebol podem ser comparados, sim, às Pirâmides de Gizé.

Jogando sua primeira temporada pelo Liverpool, da Inglaterra, o atacante marcou 43 gols em 50 partidas disputadas pelos Reds, levando a equipe para a final da UEFA Champions League. Certamente a comparação com uma das sete maravilhas do mundo antigo é justa. Fazer tantos gols em competições como a Premier League e UEFA Champions League, mesmo sem ser um centroavante de ofício, e postular como um dos concorrentes a melhor jogador do mundo não é para qualquer um. 

Grupo e chances na Copa

A pergunta de antemão que surge é: a seleção do Egito pode conseguir beliscar uma vaga nas oitavas de final? Vamos analisar os confrontos e depois poderemos chegar a uma conclusão.

Egito vs Uruguai (15/06) – Uruguai é favoritissímo não só no próprio grupo, como também ao título. Portanto, a derrota seria um resultado normal para os egípcios.

Rússia vs Egito (19/06) – A equipe russa, que já não vinha mostrando muita força, perdeu um de seus principais jogadores por lesão. Kokorin se machucou jogando pelo Zenit e estará de fora da Copa do Mundo. Com isso, o Egito que já tinha algumas chances, agora tem maior oportunidade de vencer a partida. Uma vitória egípcia não seria surpresa.

Arábia Saudita (25/06) – Sem nenhum jogador conhecido mundialmente ou maior tradição no futebol, esse adversário, em teoria, não será páreo para a equipe de Salah. Se quiserem a classificação, os egípcios precisam vencer esse jogo.

Ou seja, a classificação do Egito é totalmente possível. A briga dentro do grupo será contra os Russos. Uma classificação inédita seria fantástica para a seleção de Salah. Caso passe para fase seguinte, possivelmente enfrentará Portugal ou Espanha.

Os 23 convocados

O Egito ainda não fez sua convocação oficial para a Copa do Mundo. Porém, como você verá depois, a maioria dos jogadores atua em mercados alternativos ou no próprio Egito. Ou seja, são totalmente desconhecidos do grande público. Mas a equipe não tem só Salah. Todo bom time conta com uma linha de jogadores chamada de “espinha dorsal”, que é o que mantém a equipe forte e cria condições de estruturar o grupo em “volta” destes atletas.

Com esta estrutura de equipe, com Hegazi, Elneny e Salah, os outros atletas convocados terão a segurança de jogadores mais experientes para tentar ajudar Salah a marcar os gols. Segue a lista dos jogadores convocados para os últimos amistosos antes da Copa do Mundo contra Portugal e Grécia, segundo o site Vavel.com:

Goleiros: Essam el Hadary – Al Taawoun (Arábia Saudita); Mohamed al-Shenawy – Al-Ahly (Egito); Mohamed Awaad – Ismaily (Egito); Ahmed al-Shenawy – Zamalek (Egito).

Defensores: Mohamed Magdy “Afsha” – Enppi. (Egito); Saad Samir – Al-Ahly (Egito); Mohamed Abdel Shafy – Al Fath (Egito); Ayman Ashraf – Al-Ahly (Egito); Mohamed Abdel Shafy – Al Fath (Egito); Ali Gabr – West Bromwich Albion (Inglaterra); Ahmed Hegazi – West Bromwich Albion (Inglaterra).

Meias: Mohamed Elneny – Arsenal (Inglaterra); Ramadan Sobhi – Stoke City (Inglaterra); Sam Morsy – Wigan Athletic (Inglaterra); Mahmoud Hassan “Trezeguet” – Kasımpaşa (Turquia); Amr Warda – Atromitos (Grécia); Omar Gaber – Los Angeles FC (Estados Unidos); Mahmoud Abdel Moneim “Kahraba” – Al Ittihad (Arábia Saudita); Mahmoud Abdel Razek “Shikabala” – Al Raed (Arábia Saudita); Moamen Zakaria – Al-Ahli (Arábia Saudita); Hussein el Sahahat – Al-Ain (Emirados Árabes Unidos); Abdullah al-Saied – Al-Ahly (Egito); Hossam Ashour – Al-Ahly (Egito); Tarek Hamed – Zamalek (Egito)

Atacantes: Mohamed Salah – Liverpool (Inglaterra); Ahmed Hassan “Koka” – Sporting Braga (Portugal); Marwan Mohsen – Al-Ahly (Egito).

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*