CL na Copa: Tunísia de volta ao Mundial

As Super Águias voltam a disputar uma Copa do Mundo após oito anos

Tunísia de volta à Copa do Mundo após 2 ausências (Foto: Valery Hache/AFP)
Por Wagner Ponce, SP

A Tunísia é a primeira nação africana a vencer uma partida de Copa do Mundo, e hoje reestreia em um Mundial depois de duas edições fora. Invicta nas eliminatórias para a Rússia, as Super Águias querem voltar a encontrar o caminho da vitória em Copas, algo que só conseguiu mesmo em sua primeira disputa, na Argentina em 1978.

O caminho para as seleções africanas sempre pareceu um pouco mais árduo em uma Copa do Mundo. Não é a toa que até hoje eles nunca passaram de uma fase de quartas-de-final, e parece que mais uma vez a situação não é das mais fáceis para a Tunísia. Sorteada no Grupo G ao lado de Bélgica, Inglaterra e Panamá, os tunisianos terão que fazer uma campanha que nunca fizeram, conquistando algo muito além da sua solitária vitória na história das Copas.

A preparação para a Rússia tem um bom retrospecto, com vitorias sobre Costa Rica e Irã, dois empates contra Portugal e Turquia, tendo perdido apenas para a Espanha nos últimos 5 jogos disputados. Todos esses bons resultados, somados a invencibilidade nas eliminatórias, trazem uma equipe otimista para o Mundial.

A única vitória tunisiana em uma Copa do Mundo aconteceu em 1978 (Foto: FIFA)

Com um elenco bem desconhecido no cenário do futebol, e sem um grande craque no time, fica quase impossível acertar qualquer prognóstico para a equipe do treinador Nabil Maâloul. O técnico, aliás, foi assistente do francês Roger Lemerre durante a vencedora campanha na Copa Africana de Nações em 2004, quando os tunisianos conquistaram de forma inédita o principal título do seu continente. Nabil ainda treinou a seleção olímpica e fez uma consolidada carreira por clubes do país, voltando a assumir a Tunísia em abril de 2017, tornando-se o segundo treinador nativo a levar a sua seleção para a Copa.

Mesmo tento um grupo de jogadores pouco conhecido na Europa, a base do time é formada por atletas nascidos na França, ao todo são nove. Dentre eles, o craque do time Wahbi Khazri. Nascido em Ajaccio, filho de imigrantes que foram tentar a sorte na Europa, o jogador de 27 anos atua no Rennes, e chegou até a integrar as seleções de base de seu país natal, mas optou por jogar pela seleção dos seus pais. Uma história semelhante com a maioria dos seus compatriotas que atuam pela Tunísia.

Festa tunisiana pela vaga na Copa do Mundo (Foto: AFP)

Assim como Khazri, o defensor Ellyes Skhiri também pode ser considerado um dos destaques entre os tunisianos. Jogando pelo Montpellier, o versátil atleta atua em seu clube como lateral direito, mas devido ao seu porte físico já foi utilizado em seu clube como zagueiro e teve boas atuações. Na seleção dos Super Águias vem sendo escalado como volante por Nabil Maâloul, e possivelmente deve ser essa mesma função que atuará na Copa.

A missão da Tunísia na Copa é dura, pode chegar como uma mera coadjuvante, mas em caso de tropeço de uma das favoritas de seu grupo, pode ser uma das surpresas na Copa da Rússia.

Confira a lista dos 23 convocados do técnico Nabil Maaloul:

Goleiros: Aymen Mathlouthi (Al-Batin-ARA), Farouk Ben Mustapha (Al Shabab-ARA) e Moez Hassan (Chateauroux-FRA)

Defensores: Hamdi Nagguez (Zamalek-EGI), Dylan Bronn (La Gontoise-BEL), Rami Bedoui (Etoile du Sahel-TUN), Yohan Ben Alouane (Leicester City-ING), Syam Ben Youssef (Kasimpasa-TUR), Yassine Meriah (CS Sfaxien-TUN), Oussama Haddadi (Dijon-FRA) e Ali Maaloul (Al Ahly-EGI)

Meio-campistas: Elyes Skhiri (Montpellier-FRA), Mohamed Amine Ben Amor (Al Ahly-ARA), Ghaylene Chaalali (Esperance of Tunis-TUN), Ahmed Khalil (Club Africain-TUN), Seifeddine Khaoui (Troyes- FRA) e Ferjani Sassi (Al-Nasr-ARA)

Atacantes: Fakhreddine Ben Youssef (Al-Ettifaq-ARA), Anice Badri (Esperance of Tunis-TUN), Bassem Srarfi (Nice-FRA), Wahbi Khazri (Rennes-FRA), Naim Sliti (Dijon-FRA) e Sabeur Khelifa (Club Africain-TUN)

Jogos na Copa:

Segunda-feira, 18/06 – 15h – Inglaterra x Tunísia

Sábado, 23/06 – 9h – Bélgica x Tunísia

Quinta-feira, 28/06 – 15h – Tunísia x Panamá

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*