COR 1×1 SAO – Timão empata com São Paulo e vê Palmeiras abrir vantagem na liderança

Se recuperando de debandada pós-Libertadores, São Paulo joga bem e arranca empate fora de casa

Após quatro derrotas seguidas, São Paulo conquista primeiro ponto em Itaquera (Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians)

O Corinthians empatou em casa pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro na tarde deste domingo (17), diante de seu rival São Paulo, em Itaquera. Apesar de desfalcado, depois de uma debandada relâmpago após a eliminação nas semifinais da Copa Libertadores da América, a equipe tricolor jogou de igual pra igual fora de casa e até pôde lamentar a derrota que lhe escapou das mãos em um lance de azar.

A partida começou intensa, com ambas as equipes buscando o ataque em triangulações rápidas. O Timão subia organizadamente, compactado e com o apoio dos laterais. Já os visitantes aproveitavam os espaços deixados atrás e buscava ligações diretas aproveitando a velocidade de seus atacantes, com Cueva como a principal peça de infiltração.

A ousadia do atacante peruano surtiu efeito aos 15 minutos da primeira etapa. Depois de limpar a zaga corintiana e invadir a área, Yago derrubou Cuevas e Péricles Bassols, em cima do lance, marcou a penalidade máxima. O próprio Cuevas pegou a bola e converteu o pênalti. Mesmo com a vantagem no placar, o São Paulo não se acuou na partida e manteve se ritmo, mas teve que contar com um lance infeliz e ver os rivais não demorarem a empatar o jogo.

Os comandados de Cristóvão Borges logo iniciaram uma blitz em busca da igualdade no placar. Quando a já conhecida organização tática, e a raça corintiana não funcionam, a sorte também vira uma aliada em Itaquera. Aos 21 minutos, Mena não afastou uma bola alçada na área e Danilo aproveitou a falha para rolar para Bruno Henrique que chegava para finalizar. Porém, antes do volante chegar na bola, Marquinhos Gabriel foi mais rápido e finalizou. Rodrigo Caio conseguiu bloquear o chute, mas a bola voltou justamente na direção de Bruno Henrique, que teve reflexo e cabeceou para o gol aberto. A velocidade do lance foi tão impressionante que o goleiro Dênis não conseguiu se levantar a tempo para tentar defender a finalização.

O empate incendiou a Fiel e o Corinthians passou a pressionar mais. Alguns lances paravam na forte marcação do São Paulo, muito bem postado com Maicon e Rodrigo Caio, contando com a ajuda de Hudson. Sete minutos após o empate, o Corinthians viu o gol da virada parar nas mãos de Dênis, que fez uma bela defesa em uma finalização de Rodriguinho no contrapé, dentro da grande área e com a visão atrapalhada pelos defensores.

Cueva seguia como a única cabeça pensante nos contra-ataques são paulinos. Mas, em contrapartida, Michel Bastos e Centurión tinham atuações apagadas e não contribuíam com o sistema ofensivo de Bauza. O apoio mais frequente que o peruano conseguia era de Mena, que dava suporte na esquerda enquanto Bruno ficava mais contido no setor defensivo.

Na segunda etapa da partida as jogadas perigosas ficavam mais escassas, mas em alguns lances as defesas eram obrigadas a trabalhar. Dênis se destacou novamente após defender uma cabeçada a queima roupa de Romero, quase dentro da pequena área. Centurión foi substituído pelo estreante Gilberto, e Michel Bastos deu lugar ao jovem Luiz Araújo. Elias e Rildo foram as opções de Cristóvão.

A reta final do jogo foi dominada pela equipe visitante. Wesley entrou no lugar de Ytalo e proporcionou lances de perigo. Na cobrança de um escanteio, o meia escorou de cabeça para dentro da pequena área, mas Yago chegou antes de Húdson para salvar o goleiro Cássio, que já estava batido no lance. O mesmo Wesley recebeu livre no meio da grande área, mas o lateral Uendel bloqueou a finalização a tempo. Os minutos finais foram esfriando e as investidas sumindo. Final de jogo e 1 a 1 um em Itaquera. O Corinthians vê o seu rival Palmeiras se isolar na liderança e o São Paulo, que recolhe os cacos deixados pela Libertadores, conquista seu primeiro ponto na nova casa do seu arquirrival.

 

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 1 X 1 SÃO PAULO

Local: Estádio de Itaquera, em São Paulo (SP)
Data: 17 de julho de 2016, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Péricles Bassols Pegado Cortez (PE)
Assistentes: Alessandro Álvaro Rocha de Matos (BA) e Guilherme Dias Camilo (MG)
Cartões amarelos: Rodriguinho, Fagner e Elias (Corinthians); Cueva, Hudson e Thiago Mendes (São Paulo)Gols: CORINTHIANS: Bruno Henrique, aos 21 minutos do primeiro tempo; SÃO PAULO: Cuevas, aos 15 minutos do primeiro tempo

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Yago, Balbuena e Uendel; Bruno Henrique, Rodriguinho (Elias), Romero, Giovanni Augusto (Guilherme) e Marquinhos Gabriel (Rildo); Danilo.
Técnico: Cristóvão Borges

SÃO PAULO: Denis; Bruno, Maicon, Rodrigo Caio e Mena; Hudson, Thiago Mendes, Centurión (Gilberto), Cueva e Michel Bastos (Luiz Araújo); Ytalo (Wesley).
Técnico: Edgardo Bauza

 

Público: 42.410 pessoas
Renda: R$ 2.620.166,00

Texto: Mathews Moura

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*