Depois de mais uma goleada no Mineirão, Alemanha vai para o mata-a-mata

10 a 0 foi o placar da seleção alemã contra Fiji, o que valeu o segundo lugar e classificação para os alemães

(Foto: Reprodução/Facebook Germany Football Team - Die Mannschaft)

Seria Belo Horizonte uma espécie de Berlim brasileira? Parece que sim. Dois anos depois do nosso querido 7 a 1, tivemos mais uma goleada germânica em terra mineira. Dessa vez o placar e o adversário foram diferentes: 10 a 0 contra Fiji. O jogo foi valendo a classificação da Alemanha no Grupo C do futebol masculino no Rio 2016.

Diferentemente da seleção anfitriã, a Alemanha veio ao Brasil sem trazer ao menos uma de suas maiores estrelas. O técnico Horst Hrubesch – treinador de equipes menores da DFB desde 2000 – trouxe, como jogadores acima de 23 anos: os irmãos Lars e Sven Bender e Nils Petersen, todos com 27 anos.

alemanha2

Depois dos dois primeiros jogos, contra México – atual campeão olímpico de futebol – e Coréia do Sul, ambos empates (2 a 2 e 3 a 3, respectivamente), a Alemanha precisava de um grande resultado na última partida da fase de grupos, porque além da vitória era necessário fazer saldo. E o que aconteceu não foi diferente.

No palco da maior humilhação da história brasileira de futebol, a Alemanha conseguiu, novamente, o necessário. Mesmo antes de começar o jogo não era de surpreender uma vitória esmagadora, a força e peso das seleções era muito diferente. Com uma atuação de gala do atacante do Freiburg, Nils Petersen, marcando cinco gols na partida, o saldo de gols foi logo uma questão batida para a classificação alemã. Para completar o placar, ainda marcaram os jogadores Serge Gnabry (2) e Max Meyer (3).

Petersen depois de marcar um de seus cinco gols contra Fiji. (Foto: Reproducação/GettyImages)
Petersen depois de marcar um de seus cinco gols contra Fiji (Foto: Reprodução/GettyImages)

Mesmo depois desse resultado, a seleção germânica não conseguiu assegurar a primeira colocação, ficando para a Coréia do Sul, que eliminou o México por 1 a 0 e terminou a fase de grupos com sete pontos. Agora, na fase de quartas de final, a Alemanha jogará contra Portugal, que ficou em primeiro lugar no Grupo D.

Em relação ao temido confronto contra a seleção brasileira – temido por parte canarinha, claro -, com essa classificação em segundo lugar da Alemanha, ele não será mais provável nas semis, como era previsto se ambos fossem líderes de seus grupos. Para que aconteça esse embate, as duas seleções terão que chegar a final ou os dois terão que perder na semifinal para que seja disputada a medalha de bronze.

 

Autor: Augusto Araujo (@AugustoLdeA)

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*