Elifoot 98: O game que mudou o mundo da bola

(Foto: Reprodução/Site Oficial)

Um dos maiores jogos da história da indústria dos games que conseguiu uma legião de fãs no fim da década de 90. Esta é uma forma de definir este clássico absoluto que fez e faz muitos apaixonados pelo esporte perderem noites tentando dominá-lo. Elifoot 98 – o primeiro da franquia para Windows após duas edições para Ms-DOS é um jogo de futebol conhecido pelo seu replay e gameplay viciante.

Um importante passo para o entretenimento ligado ao futebol, Elifoot 98 introduziu o jogo de Management como gênero de games. Neste jogo, você não controlará craques da bola, e sim, tentará colocar seu nome entre os grandes técnicos e conquistar dois títulos por temporada: a taça e o campeonato.

 

A história do desenvolvimento da franquia

 André Elias, o criador português desta jóia era um jovem que ingressara na faculdade de programação em Portugal. Sua paixão pelo futebol e uma boa capacidade informática fizeram com que ele começasse, em 1987, a saga que criaria um novo gênero de games. A primeira versão, ainda para ZX Spectrum, trouxe o primeiro protótipo do game. Na edição de estreia, o Elifoot I surgiu em 1990 para DOS em preto e branco. Eram quatro divisões e oito times em cada. Em 1992, surgiu o Elifoot II já para o DOS em cores com a mesma quantidade de times. O jogo já adquiriu prestígio e interesse por parte dos gamers e a produtora resolveu dar um salto na edição seguinte.

O próximo movimento foi criar um software shareware, em 1998, e o website do game. Elifoot 98 foi lançado em ano de Copa do Mundo com a ambiciosa proposta de ter quatro divisões, dez times em cada e mais oitenta times ocultos em uma divisão menor. Vários países elencados na base de dados original e uma vastidão de jogadores disponível. A partir desse lançamento, gamers do mundo todo puderam controlar diversos times e tentarem suas habilidades futebolística na área técnica da simulação. As edições seguintes já contavam com uma maior modernização da interface e uma base de dados maior. O game foi melhorando tecnicamente. Apesar disso, nenhuma das novas versões marcou tanto quanto a edição de 98.

 

O gameplay

 Elifoot 98 possui apenas um modo: você é o técnico do time. Funciona da seguinte forma: você escolhe a formação, seus jogadores, o banco e vai para a partida. Durante o jogo você pode fazer as três substituições, gols acontecem, pênaltis e expulsões. O fator casa-visitante também deve ser considerado, onde cada rodada alterna sua posição em relação ao estádio. Um detalhe importante a ser ressaltado é que o jogador não assiste diretamente as partidas. Apenas vê em forma de tabela, fica na expectativa e vê os resultados pularem em forma de texto.

O jogador disputa duas competições: o campeonato normal de pontos corridos com subidas e rebaixamentos das divisões e a Taça. A competição da taça é uma simulação da FA Cup com seus 256 times em oito fases. Todos os times que o jogador carregou na base de dados jogam, incluindo os menores que não estão em nenhuma das quatro divisões.

O jogo ainda possui uma tela de observação onde você criar uma lista dos jogadores que quer acompanhar para serem comprados. O técnico precisa gerir também as finanças do time, o estádio, os salários dos jogadores e tentar equilibrar os gastos com a receita.  Entre as partidas ainda acontecem leilões de jogadores por times que não podem pagar seus salários.

O que efetivamente é inovação no game é o seu replay. Há uma grande urgência em continuidade para conseguir os próximos resultados e tentar atingir os títulos. Joga-se até chegar a ser campeão. Assim como todos os jogos de futebol para vídeo game ou computador, Elifoot 98 tem a qualidade de ser imprevisível. Cada temporada certamente será diferente e isso fará com que vários jogadores continuem suas carreiras.

eflitoo1
Versão para IOS (Reprodução: Exame/João Ortega)

 

Os desdobramentos do jogo para os games

Elifoot 98 não foi apenas um game que marcou época, o jogo mudou a perspectiva da indústria. As produtoras viram que o modelo de management era viável e adaptaram isso para diferentes plataformas e esportes. Jogos como Madden da EA Sports e NBA 2k da 2k Games trouxeram modelos similares com seus modos de Franchise.

Jogos similares, então, foram produzidos e ajudaram a continuidade do gênero de Management. Na década de 2000, a Eidos Interatctive lançou no mercado o game Championship Manager, que trazia grandes alterações no gameplay e mais realismo na simulação. Os países tiveram seus campeonatos simulados ao invés de uma fórmula genérica. No meio da década, a Sports Interactive, subsidiária da Sega, lançou o jogo Football Manager ,que atualmente é o líder no mercado do gênero e um dos mais vendidos na plataforma STEAM.

fm_16
O campeão de vendas Football Manager (Foto: Site oficial/Divulgação)

Os desdobramentos dos jogos de management para o futebol

O principal desdobramento para o futebol vem na confecção das bases de dados de jogadores. A Sports Interactive estabeleceu uma rede internacional de observação de jogadores. Olheiros em toda a Europa e América do Sul, alguns países da Ásia, África e Oceania fornecem dados sobre os jogadores e os status dos times. Após dez anos de pesquisa, a base de dados atingiu um nível de refinamento tão significativo que muitos times buscam jogadores e staff técnico pela base. O documentário “An Alternative Reality: The football Manager Documentary” mostrou como se estabeleceu essa rede e como ela se tornou importante para o futebol e para os games.

Os jogos de manager ajudaram muitas pessoas a conhecer melhor os times e conhecer o futebol de outros países. A simulação nesta década ficou tão realista que muitos técnicos profissionais assumidamente jogam para testar suas habilidades e experiências. Ainda há casos, como o de James Philipps, na Inglaterra, que com apenas 22 anos foi contratado para ser técnico do Romsey Town da nona divisão. Suas credenciais? Jogador de Football Manager.

O fim da década de 90 não tinha um mercado de games tão acessível e diverso quanto hoje. A indústria também estava associada como “brinquedos para crianças” já que o games não eram vistos como entretenimento e arte como hoje. O que torna o legado de Elifoot ainda maior por romper a barreira de que games eram exclusivamente para crianças.

romsey
Philipps no comando do Romsey FC (Foto: BBC/Reprodução)

 

O veredicto

 Elifoot 98 é provavelmente o game de esportes mais importante da década e um dos mais influentes na história da indústria. Mesmo não sendo lançado por uma grande produtora e tendo um orçamento muito modesto. Não há como negar que o mito criado em torno fez a diferença para toda a indústria. O que os próprios jogadores não esperavam é que a realidade das telinhas saltaria para o exterior e mudaria o futebol em si. O game ficou na memória de muitos boleiros e continuará com ar de nostalgia toda vez que for citado.

 

Texto e pesquisa: Lucas Poeiras (@pueira)

5 Comentários em Elifoot 98: O game que mudou o mundo da bola

  1. O que o autor esqueceu de dizer é que a conversão do cloridrato de cocaína para base livre, através de sua mistura com bicarbonato de sódio e água, dá origem ao Crack e ao Elifoot 98.

    O vício, normalmente, se manifesta após a 1ª temporada na 4ª divisão com o Madureira ou após um convite para treinar uma equipe prestes a ser rebaixada na 2ª divisão. Daí em diante, é só ladeira abaixo, campeão norte irlandês com Glentoran, húngaro com o Feréncvaros e uruguaio com o Wanderers.

    Quanto a base de dados do jogo, há fortes indícios que o Flamengo, em 2003, a utilizaria para contratar Tó Madeira e Senhor Waldemar. Somente o mito assinou com o clube.

    • Vitor,

      Agradeço Vitor, mas não há data nem referências na própria reportagem. É apenas uma entrevista e que está incompleta, já que a original foi feita em outro site (mas não está mais disponível)

  2. Quanta merda escrita. O Elifoot não mudou a indústria porra nenhuma. A série Championship Manager (hoje Football Manager) não foi lançada em 2000, e sim no começo da década de 90. O que aconteceu foi que a Eidos, que distribuía o CM, e a Sports Interactive, que sempre desenvolveu o jogo, romperam. Eidos ficou com o nome da marca e a SI com todo código-fonte e know-how de desenvolvimento. Assim nasceu o Football Manager, que nada mais é que a evolução do antigo CM, apenas com outro nome. A Eidos tentou por um tempo vender um Championship Manager, mas era bem inferior ao FM e acabou sendo descontinuado.
    O Elifoot apenas se popularizou no Brasil antes do CM, mas já era bem difundido na Europa (inclusive conheci o CM antes do Elifoot).

    O Elifoot era divertido? Sim. Mas se alguém mudou a indústria, foi o CM. Quando saiu o Elifoot 98 o CM já era um jogo BEM mais elaborado e realista.

    • Vinícius,

      Primeiramente: fora Temer.

      Sobre suas dúvidas:

      CM só foi lançado na América do Sul em 2000. Apesar de existirem fontes com datas diferentes achei mais confiável esta data.
      A informação sobre a ruptura entre Eidos e SI e venda do CM não possui nenhuma fonte confiável que embase esta afirmação, apenas seu conhecimento.
      Obviamente o Elifoot não é o único jogou que influenciou a indústria, mas o considero o mais importante principalmente para o mercado brasileiro.

      O autor.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*