GEB 2×0 JEC – Xavante vence o Joinville e segue a caça ao G4

Brasil segue no encalço dos quatro primeiros colocados na tabela

(Foto: Carlos Insaurriaga/ GEB/Divulgação/CP)

Buscando recuperação na tabela, Brasil de Pelotas e Joinville se enfrentaram pela décima quarta rodada da série b, no Estádio Centenário, com vitória da equipe gaúcha por 2×0. Pressionando o adversário desde o primeiro minuto de jogo, o Rubro Negro gaúcho saiu na frente do marcador em uma bela jogada de Marcos Paraná aos cinco minutos do primeiro tempo. Mesmo com pouca torcida no estádio, o Brasil se mostrava bem a vontade e com 16 minutos de jogo já vencia a equipe catarinense por dois gols. O segundo marcado pelo artilheiro da equipe no campeonato, Felipe Garcia, após cruzamento do lateral direito Weldinho. O JEC tentava minimizar o resultado, mas pouco fez para preocupar a defesa Xavante.

(Foto: João Lucas Cardoso/JEC)
(Foto: João Lucas Cardoso/JEC)

O Brasil de Pelotas voltou para o segundo tempo com a vantagem no placar e apenas administrou o resultado, sem deixar brechas ao adversário, para assim seguir no encalço dos quatro primeiros colocados e a 1 ponto do G4.

Com o resultado, o Brasil vai a 22pts e sobe para 7º na tabela enquanto o JEC, que com o resultado completa seis jogos sem vencer, acumulou sua quarta derrota consecutiva e segue no rebaixamento com 11pts na 18ª colocação. As duas equipes voltam a campo no sábado, dia 09. O Xavante enfrenta o líder Vasco no São Januário as 18h30, já o tricolor catarinense encara o Sampaio Corrêa em casa, às 16h.

 

FICHA TÉCNICA
BRASIL DE PELOTAS 2×0 JOINVILLE

Local: Estádio Centenário, em Caxias do Sul
Data: 02 de julho de 2016, sábado
Hora: 16h (de Brasília)
Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza
Assistentes: Márcia Bezerra Lopes Caetano e Alberto Poletto Masseira

BRASIL DE PELOTAS: Eduardo Martini; Weldinho, Camilo, Teco, Marlon; Leandro Leite, Washington, Diogo Oliveira (Clébson), Felipe Garcia; Marcos Paraná (Nena) e Ramon (Nathan).
Técnico: Rogério Zimmermann

JOINVILLE: Oliveira; Reginaldo, Ligger, Bruno Aguiar e Diego; Paulinho Dias (Matheus Bertotto) e Naldo, Gabriel Vasconcelos (Adriano), Carlos Alberto e Dodô (Juninho); Heliardo.
Técnico: Fabinho Santos.
Texto: Jean Costa

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*