Histórico! O dia em que a tecnologia em vídeo estreou e criou polêmica

Sim, dia histórico para o futebol mundial! (Foto/Reprodução: AFP)
Por: Bruno Gabriel, PR

Pois bem, amigos da CL! Estamos falando diretamente do dia 14 de dezembro de 2016, dia histórico! Um dia do qual poucos têm a noção exata do que aconteceu para o esporte mais amado pelo nosso mundão afora.

A tecnologia em vídeo, tão idolatrada e pedida por muitos e tão contestada e contrariada por outros, enfim, fez a sua estreia no futebol em partida válida pela semifinal do Mundial de Clubes entre Atlético Nacional e Kashima Antlers. Algo que fatalmente iria acontecer mais cedo ou mais tarde em nosso esporte preferido.

63318158_football-socceratletico-nacional-v-kashima-antlersfifa-club-world-cup-semi-finalsu
Kashima vence o adversário sul-americano e garante vaga no Mundial de Clubes (Foto: Reprodução/Globoesporte.com)

Até aí, tudo bem, pois conforme já citado acima, a inclusão de vídeo no futebol moderno estava fadada a acontecer algum dia com o intuito de solucionar problemas que o olhar humano da arbitragem em campo não seria capaz de visualizar em tão poucas frações de segundos, tendo assim, o objetivo de encerrar polêmicas e erros que prejudicariam e beneficiariam equipes, certo? É, mais ou menos!

Atlético Nacional e Kashima Antlers jogavam a primeira semifinal do torneio que acontece no Japão quando o árbitro principal foi avisado aos 29 minutos da primeira etapa que um lance irregular havia acontecido: um pênalti para o time japonês. O jogo ficou parado por quase três minutos para que o árbitro Viktor Kassai consultasse ao vídeo e tomasse a decisão. Decisão histórica!

Eis então que surge a fatídica polêmica envolvendo o primeiro uso da tecnologia em vídeo no futebol. Indiscutivelmente o jogador do Kashima Antlers estava em posição irregular quando a jogada envolvendo o pênalti foi iniciada em cobrança de falta pela intermediária.

Lédio Carmona, comentarista da Sportv, e o ex-árbitro e atual comentarista da Globo, Arnaldo Cezar Coelho, avaliaram como desastrosa a estreia do recurso de vídeo, tendo em vista que o jogador estaria em posição irregular. Segundo Arnaldo, houve impedimento e falta do jogador do Kashima no lance. Lédio foi mais enfático e deu a seguinte declaração envolvendo o possível impedimento:

A ideia é boa, mas a estreia, na execução, foi meio desastrosa. O jogo está rolando e você tem que usar a aparelhagem para tudo. Para isso serve o olho humano, para isso não serve? (…) Se tem um recurso eletrônico, tem que dar abrangência a ele, tem que servir para tudo.

Jogadores do Atlético Nacional questionam o árbitro (Foto/Reprodução: AFP)
Jogadores do Atlético Nacional questionam o árbitro (Foto/Reprodução: AFP)

Porém, acontece que outros especialistas em futebol analisaram o lance como correto. Carlos Eugênio Simon, ex-árbitro e atual comentarista do Fox Sports avaliou que a decisão foi acertada:

O lance é inusitado (…) Quando a bola é alçada para a grande área, o jogador que sofre o pênalti está adiantado, em posição de impedimento, porém a bola não vai em sua direção. Ou seja, o impedimento não é efetivado, mas o pênalti sim.

O ex-árbitro Sálvio Spinola, hoje comentarista dos canais ESPN, avaliou a situação da seguinte maneira:

A divisão de opiniões sobre o lance capital entre pessoas conceituadas sobre o assunto nos escancara o quão curioso e histórico foi o fato que aconteceu neste 14 de dezembro de 2016. Alguns comentaristas dariam falta de ataque, outros comentam sobre o impedimento e muitos falam que a decisão foi correta. O fato indiscutível é que o lance acabou tendo um tempo desastroso para ter sido decidido, o que é normal já que foi a primeira vez que foi colocado realmente em prática.

Se o lance foi correto ou não, não caberá a nós julgarmos, pois a avaliação de especialistas são divergentes. Porém, não poderíamos deixar em branco o dia em que a tecnologia estreou no futebol e criou uma polêmica que com toda a certeza não será esquecida tão breve no mundo futebolístico.

Agora é com vocês, amigos da CL, afinal, sim ou não para tecnologia em vídeo no futebol? A nossa resposta é: Descubra!

 Fontes : Sportv; Globoesporte.com; Fox Sports

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*