Homenagens e reestruturação: Um mês da tragédia na Colômbia

O dia 29 de novembro de 2016 escreveu aquela que seria a maior tragédia do futebol em toda a sua história

(Foto: Reprodução / Facebook / Lance de Craque)
Por: Jean Costa , RS

Quinta-feira, 29 de dezembro de 2016. Hoje, completa exatamente um mês da maior tragédia em toda a história do futebol. A dor é indescritível, as famílias das 71 vítimas do voo com a delegação da Chapecoense ainda choram pela perda dos entes queridos que se foram na queda do avião que aconteceu próximo a Medellín, na Colômbia. Se para nós, caros leitores, já é difícil de lidar com isso, para eles nem se fala.

Durante esse mês que se passou, muitas incertezas quanto ao ocorrido ficaram, mas uma das poucas certezas que podemos ter é que, de fato, existiam irregularidades no voo e que ele não deveria ter sido autorizado. A Colômbia tomou a frente nas investigações, e por falar nisso, que país, confrades! A solidariedade demonstrada pela população colombiana foi espetacular. Manifestações por parte de políticos, clubes e cidadãos comuns. O que fizeram foi de encher os olhos. Mas, entre todas as homenagens que ocorreram, a mais emblemática veio justamente do adversário da Chapecoense na final, o Atlético Nacional, que nos deu uma aula de espírito esportivo e, porque não, dizer de sentimento ao dar o título da Copa Sul-Americana. Eles já eram campeões, os nossos campeões. Foram para a Colômbia com um sonho e partiram dela como lendas.

Apenas seis pessoas sobreviveram à queda da aeronave da Lamia: o lateral Alan Ruschel, que foi o primeiro a ser resgatado com vida e primeiro sobrevivente brasileiro a ter alta. O lateral deve ter condições de voltar a jogar em um futuro próximo. O zagueiro Neto, que havia sido encontrado quando as buscas já estavam encerradas, foi salvo por um dos bombeiros que ouviu seus gemidos. Era o caso mais complicado entre todos. Muito sangue havia sido perdido, sequelas respiratórias e sem contar outros problemas quando fora encontrado. O jogador segue com a sua recuperação em casa e dentro de alguns meses deverá ser liberado para realizar exercícios. Já o jornalista Rafael Henzel, que deu entrada no hospital consciente, pôde voltar para a sua família e almeja voltar ao trabalho já no dia 9 de janeiro para cobrir o Campeonato Catarinense e a primeira partida da Chapecoense. A comissária de bordo Ximena Suárez e o técnico de avião Erwin Tumiri também já tiveram alta. O goleiro Follmann foi o segundo a ser encontrado, mas teve parte da perna direita amputada, o que encerra sua carreira de jogador, mas que abre uma outra porta. Por que não se tornar um atleta paralímpico? Enquanto os outros já receberam alta hospitalar, o arqueiro segue internado.

Alan Ruschel segue em recuperação, lateral deu o pontapé inicial no Lance de Craque e passou o natal com a família (Foto: Reprodução/Instagram)
Alan Ruschel segue em recuperação, lateral deu o pontapé inicial no Lance de Craque e passou o natal com a família (Foto: Reprodução/Instagram)

 

Já o goleiro Jackson Follmann, que está internado em Chapecó, recebeu a visita do Presidente da OAB de SP, do capitão da seleção paralímpica de vôlei e do presidente do comitê paralímpico (foto: reprodução instagram)
Já o goleiro Jackson Follmann, que está internado em Chapecó, recebeu a visita do Presidente da OAB de SP, do capitão da seleção paralímpica de vôlei e do presidente do comitê paralímpico (Foto: Reprodução/Instagram)

 

O zagueiro Neto segue com a recuperação em casa (Foto: Reprodução/Facebook)
O zagueiro Neto segue com a recuperação em casa (Foto: Reprodução/Facebook)

 

Antes de deixar o hospital, Rafael Henzel recebeu a visita da Dona Elaíde, mãe do goleiro Danilo e que conquistou os corações de torcedores e jornalistas (Foto: reprodução/ Twitter)
Antes de deixar o hospital, Rafael Henzel recebeu a visita da Dona Elaíde, mãe do goleiro Danilo e que conquistou os corações de todos (Foto: reprodução/ Twitter)

https://www.youtube.com/watch?v=nA6NU20nIk0

https://www.youtube.com/watch?v=dIFGfOgDt14

Primeiro áudio do Jornalista Rafael Henzel

As viúvas de alguns dos 19 jogadores que morreram fizeram homenagens nas redes sociais agradecendo pelos momentos felizes que viveram ao lado dos heróis da Chape.

As esposas do goleiro Danilo Padilha e do lateral Dener Assunção e suas respectivas homenagens (Reprodução/Instagram)
As esposa do goleiro Danilo Padilha e a noiva do lateral Dener Assunção e suas respectivas homenagens (Reprodução/Instagram)

 

dener
Amanda se casaria com Dener no dia 02/12, mas tragédia com a delegação fez com que não houvesse tempo (Foto: Reprodução/Instagram)

 

Aline Penteado Pereira Machado, esposa do jogador Filipe Machado publicou em sua conta no Instagram uma homenagem ao marido (foto: reprodução/instagram)
Aline Penteado Pereira Machado, esposa do jogador Filipe Machado publicou em sua conta no Instagram uma homenagem ao marido (Foto: Reprodução/Instagram)

 

Assim como a esposa do jogador Ananias (foto: reprodução/instagram)
Assim como a esposa do jogador Ananias (Foto: Reprodução/Instagram)

Um mês depois, a Chape tenta se reconstruir da maneira que pode. O novo departamento de futebol com novos dirigentes aos poucos vai montando o time para a disputa da temporada 2017, que, aliás, será longa e cheia de competições: Campeonato Catarinense, Libertadores, Recopa Sul-Americana, Copa Suruga, Copa do Brasil, Primeira Liga e Brasileiro, além do amistoso já confirmado contra o Barcelona.

Já chegaram à Chapecoense o técnico Vagner Mancini, Douglas Grolli, o goleiro Elias, o atacante Rossi, Nadson, Moisés, Dodô, Zeballos e o lateral esquerdo Reinaldo. A expectativa é de que 99% do elenco esteja disponível para o novo treinador até 10 de janeiro, quando a preparação do time terá início. É um reinício para a Chape, passado um mês da tragédia ainda tem muito para se fazer, mas os passos estão sendo dados. A dor ficará para sempre em nossos corações, mas a Chape vai dar a volta por cima. O caminho será longo e complicado, mas o clube nos mostrará e ainda nos ensinará muito no decorrer das próximas temporadas.

Fontes:  ZH Esportes, Superesportes.com, Istoe.com

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*