ITA 2×0 ESP – Eurocopa: A azurra está mais viva do que nunca

Itália se classifica jogando um belo futebol e enfrenta Alemanha nas quartas de final

Festa da Azurra no Stade de France (Imagem: Reprodução | Globo Esporte)
Festa da Azurra no Stade de France (Foto: Reprodução/globoesporte.com)

Um jogo com certeza memorável. É assim que será lembrado o confronto entre italianos e espanhóis pelas oitavas de final da Eurocopa 2016, nessa tarde (27), no Stade de France. Reeditando a final de 4 anos atrás, Itália e Espanha entraram com propostas totalmente diferentes em campo.

A Itália, como sempre, apostando na sua principal arma: a defesa! Podemos afirmar com clareza que é uma das melhores da competição, contando com o trio BBC, formado pelos zagueiros da Juventus, Barzagli, Bonucci e Chiellini, e que também conta com o ídolo italiano Gianluigi Buffon no gol. Escalada na 3-5-2 clássica, com dois volantes, dois alas e um meia, a intenção italiana era óbvia: explorar os contra ataques rápidos, puxados pelo brasileiro naturalizado, Éder, e causados pelo espaço deixado pelo meio espanhol.

Do outro lado, a Espanha simplesmente não ‘’funcionou’’. Marcou mal, perdeu chances e não conseguiu furar a defesa italiana. Mesmo com um 4-3-3, com Nolito e Silva aberto pelas pontas e o maestro Iniesta, não conseguiram municiar o centroavante Morata, que apareceu raramente no jogo. As substituições de Del Bosque não surtiram efeito e a Espanha voltou pra casa.

O começo de jogo foi bastante movimentado e, o que não era esperado, aconteceu logo cedo: A Itália saiu bastante pro jogo, pressionou a seleção espanhola e quase abriu o placar duas vezes: primeiro na cabeçada de Pellé, que foi salva por um milagre do goleiro De Gea, e logo depois, com uma meia bicicleta de Giaccherini, que o goleiro espalmou, bateu na trave e o árbitro parou o lance. Aos 32 do segundo tempo, em uma falta na entrada da área, Éder bateu forte e rasteiro,  Gea espalmou e no rebote, o zagueiro Chiellini completou pras redes. Festa italiana, 1 a 0 pra Azurra.

A Espanha sentiu o gol, saiu pro jogo, buscou o resultado, porém, sem infiltrar na defesa italiana. Era um trabalho árduo e que não foi executado com sucesso pelo time de Del Bosque. Os espanhóis se lançaram ao ataque e foram pro tudo ou nada nos minutos finais. No apagar das luzes, aos 45 do segundo tempo, o matador Pellé, aproveitou bobeira da zaga espanhola e o contra ataque mortal italiano, finalizou a partida fazendo mais um e fechando o caixão espanhol. Itália 2 a 0 no Stade de France, e classificação garantida para as quartas de final.

A Itália mostrou a que veio: queria ganhar o jogo, era questão de vida ou morte. Já a Espanha, tratou a decisão como se fosse um jogo qualquer: entrou em campo fria e desligada. A seleção italiana aproveitou os vacilos e saiu de campo classificada e jogará contra a atual campeã do mundo, e temida, Alemanha. Promessa de mais um grande jogo nessa Euro 2016.

 

Texto: Daniel Ribeiro

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*