La mano de Suárez: O dia que um atacante virou goleiro

A classificação dramática do Uruguais para as Semi Finais da Copa de 2010

(Photo by Michael Steele/Getty Images)
Por: Ramón Cordeiro, PA.

Sabe aquele jogos emocionantes que ficam guardados na memória? Aquela partida que é lembrada com muito  carinho pelos torcedores ? Esse carinho torna-se especial e eterno quando é um jogo de copa do mundo. E na copa de 2010 na África do Sul, o mundo inteiro viu uma partida que ficará eternizada na memória do mundo inteiro, mas especialmente para os Uruguaios.

Como tudo para os charruas é obrigatoriamente difícil, sofrido e emocionante (vide copa América de 2011) a disputa das válida pelas quartas de final da copa do Mundo não poderia ser diferente. Os Ganeses contavam com a qualidade do experiente meia Mensah, acostumado no futebol inglês, a estrela Gyan e a segurança do goleiro Kingson. Por outro lado, a celeste contava com a solidez na zaga através de Lugano e um ataque até então não tão invejado com Cavani e Suárez, e finalmente a maestria de la Bruja Diego Forlán.

O jogo começou como esperado: os sulamericanos pressionando os africanos e com mais oportunidades de gol. As coisas começaram a ficaram complicadas para os latinos quando Lugano saiu lesionado depois de uma disputa de bola, depois Fucile em outro lance desmaiou após subir para tentar cabecear uma bola, mas por sorte voltou a campo. A esta altura a celeste já estava perdia e começava a ceder espaço para os adversários que passaram a aproveitar-se disto até  que finalmente Muntari resolveu chutar de muito longe e assim abriu o placar para os Black Stars e levar a vantagem para o intervalo.

muntari
Ganeses comemorando o belo gol de Muntari (Foto: Reprodução/ Globo Esporte)

SEGUNDA ETAPA

Parece que no intervalo o Mestre Tabárez (Como é conhecido o Técnico da Seleção Uruguaia), tratou de colocar as coisas em ordem e logo aos 10 minutos, Forlán cobrou uma falta e fez um belo gol colocando a igualdade no placar. Vale lembrar que na época o Meia uruguaio vivia um dos melhores momentos da carreira, inclusive foi escolhido como melhor jogador desta edição da Copa. O jogo seguiu com as equipes tentando marcar, mas a partida foi mesmo para a Prorrogação.

PRORROGAÇÃO.

Jogadores cansados, torcida nervosa e o mundo inteiro assistindo aquela épica disputa por um lugar nas semi-finais. Um lado tinha a força física e o outro a técnica era visível que o porte e a preparação física dos africanos era superior, entretanto apesar de cansados os uruguaios tinham mais técnica e a partir daí ambas as equipes buscaram fazer jogadas utilizando essas qualidades. Os sulamericanos reclaram de um pênalti em cima de Louco Abreu (substituto de Cavani), enquanto que os ganeses quase marcaram depois de uma bobeira de Arévalos Rios.

Apesar disto, foi uma prorrogação completamente morna, até o último minuto quando Gana teve uma falta perto da área pelo lado direito, foram segundos para desfalecer corações. Uma bola lenvatada da na área e uma bate rebate que parecia não acabara (para os uruguaios) até que a bola sobra para um ganês que cabeceia e quando parecia que a jabulani ia entrar e coroar os black stars, aparece ele: O ÚNICO atacante possível ! o morde-morde. Ele mesmo! Suárez com a peculiar la mano de Suárez, uma imitação do lance de Maradona em outra copa. Mas dessa vez para salvar sua seleção da derrota. Ele dá um mim acher de mão, finge cabecear e tira a bola em cima da linha para salva os uruguaios.

Obviamente que o juizão viu e tratou de dar pênati e expulsar o atacante. As coisas ficaram dramáticas, o Uruguai parecia que daria adeus a mais uma edição de copa, torcedor já chorova, outros já não tinham mais unhas.Entretanto, aquele era mesmo o dia da Celeste! Gian vai pra cobrança e acerta o travessão, nesse instante Suárez está a beira do tunel vendo tudo e sai comemorando o fatídicio travessão salvador.

Veja o Lance:

A decisão foi para os pênaltis, uruguaios perderam uma cobrança e os ganeses duas. Então a definição ficou por conta do único louco possível! O Abreu! Quartas de Final de Copa do Mundo, um sonho para todo jogador, disputa de pênaltis e a torcida quase para infartar. Louco Abreu simplesmente vai pra cobrança dá a cavadinha, já conhecida por nós brasileiros, e leva o Uruguai para a semifinal, Que Homem!

Tudo isso só foi possível, porquê Suárez resolveu viver um dia de goleiro para permitir que os uruguaios continuassem a sonhar.

Relembre essa disputa:

 

 

Fontes: Globo Esporte, UOL Esporte

1 Comentário em La mano de Suárez: O dia que um atacante virou goleiro

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*