Leocir Dall’Astra é especulado para comandar o Inter, diz jornal de Erechim

Técnico do Ypiranga ganhou projeção após o empate com o Fluminense na Copa do Brasil

Há quatro anos no Ypiranga, Leocir é especualdo no Inter. Foto: Edson Castro / Peleia FC

O Internacional está sem técnico. Após seis jogos sem vencer e com quatro derrotas seguidas, Argel Fucks foi demitido. Agora, a direção colorada está no mercado, em busca de um substituto para o ex-comandante, que com o clube levantou as taças do Gauchão e da Recopa Gaúcha, ambas neste ano. Entre os especulados, aparecem nomes como os de Mano Menezes, Vanderlei Luxemburgo e Abel Braga – este último campeão da Libertadores e do Mundial de Clubes com o Inter, em 2006. Quem também pode ser o escolhido é Leocir Dall’Astra, técnico do Ypiranga, afirma o jornal Bom Dia, de Erechim.

A reportagem do diário falou com o treinador do Canarinho, que negou ter recebido convite da direção colorada: “Outras pessoas ligadas ao futebol já me ligaram, mas oficialmente não fui procurado por ninguém do Internacional”, disse Leocir, que na tarde deste domingo (10), esteve à frente do Ypiranga na vitória por 1 a 0 sobre o Boa Esporte, em partida válida pela oitava rodada da Série C do Brasileirão.

A boa trajetória do técnico gaúcho no comando do Ypiranga pode ser um ponto favorável a Leocir, que diz que treinar o Internacional seria a realização de um sonho. O título da Divisão de Acesso do Gauchão em 2014 colocou o clube na divisão principal do futebol gaúcho. No ano seguinte, a boa campanha no Gauchão deu ao Ypiranga a oportunidade de jogar a Série D do Campeonato Brasileiro. Na competição nacional, o clube de Erechim ficou entre os quatro melhores e se classificou para a Série C de 2016, competição em que o Ypiranga é o terceiro colocado do seu grupo.

Os quatro anos no mesmo clube são um demonstrativo da qualidade do trabalho de Leocir Dall’Astra. O recente empate  fora de casa contra o Fluminense, pela Copa do Brasil, lhe deu projeção nacional. Contra ele, a falta de experiência em clubes grandes. Com o Internacional em crise – conquistou apenas um ponto em 18 disputados –, Leocir poderia enfrentar dificuldade para motivar os jovens jogadores do elenco, assim como pouco tempo para treinar o time e definir um plano de jogo.

 

Texto: André Luiz Betto

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*