Liga Deportiva Universitária x Times Brasileiros

Real Madrid? Barcelona? Não, é a LDU em Quito

Fluminense e LDU se enfrentam novamente no Maracanã depois de oito anos (Foto: Reprodução/ globoesporte.com)
Por: Bruno Todaro (RJ)

Em 68 jogos, 43 vitórias, 16 empates e 9 derrotas. Aproximadamente 71% de aproveitamento. Olhando os números, já pensamos logo em Real Madrid, Barcelona… mas não. Esse é o aproveitamento da LDU na Libertadores jogando em casa.

Com 17 participações na maior competição sul-americana, o time equatoriano é conhecido no Brasil por ter vencido o Fluminense em duas finais seguidas: A Libertadores de 2008 e a Sul-Americana do ano seguinte. No entanto, os tricolores não foram os únicos a sofrerem com a altitude. Jogando a 2.734 metros acima do nível do mar, a LDU tem um histórico muito favorável contra os times brasileiros.

O estádio Casa Blanca não traz más recordações só para a torcida tricolor (Foto: Reprodução/trivela.uol)

São 19 jogos, 12 vitórias, 2 empates e 5 derrotas (66% de aproveitamento) jogando em Quito contra times brasileiros. Os únicos que saíram vitoriosos do Equador foram: Santos (1962), Cruzeiro (1976), Corinthians (2000), Sport (2009) e Grêmio (2016). Jogando no Brasil o retrospecto se inverte. Foram 16 jogos, 2 vitórias e 14 derrotas (12% de aproveitamento). As únicas vitórias foram em cima do Santos (2004) e do Internacional (2009).

Time com mais confrontos

Ao todo, 10 times brasileiros diferentes já visitaram o estádio Casa Blanca (ou o antigo Olímpico Atahualpa). Entre eles, o Santos foi o que mais vezes subiu a altitude, com cinco jogos disputados. Foram três vitórias da LDU, um empate e uma vitória santista. A maior vitória da Liga foi em 2004, pela Libertadores, com um placar de 4 a 2, válido pelas oitavas de final. Já em 1962, a única vitória do clube paulista, em amistoso. Com três gols de Pelé e três de Pepe, o alvinegro não tomou conhecimento e venceu por 6 a 3.

Maior vitória

Um ano depois de perder o título inédito da Libertadores, o Fluminense novamente enfrentou a LDU em uma final internacional. E repetindo a final anterior, o primeiro jogo foi disputado no Equador. O resultado foi um sonoro 5 a 1. Após sair na frente com gol de Marquinho com um minuto de jogo, o tricolor viu Méndez fazer o que quis em Quito. Dos cinco gols, três foram deles. Após derrota no Maracanã por 3 a 0, os equatorianos voltaram a levantar uma taça em solo brasileiro.

Nem o bom momento vivido pelo Fluminense em 2009 foi suficiente para parar a LDU em casa (Foto: Reprodução/globoesporte.com)

Maior derrota

Já citado acima, a derrota para o Santos em 1962 foi a maior derrota da LDU contra times brasileiros. O esquadrão de Pepe, Pelé e Coutinho venceu por um elástico 6 a 3 no antigo estádio do time equatoriano, o Olímpico Atahualpa.

Maiores freguesias

Até hoje, apenas três times brasileiros têm 100% de aproveitamento contra a LDU: Cruzeiro em 1976 (3 a 1  / 4 a 1 ), Corinthians em 2000 (2 a 0 / 6 a 0) e Sport em 2009 (3 a 2 / 2 a 0). Em contrapartida, o Internacional tem o pior retrospecto. Foram três derrotas (2 a 1 / 3 a 0 / 1 a 0), sendo a última em pleno Beira Rio, e apenas uma vitória (2 a 0).

O Sport não sentiu a altitude e venceu os atuais campeões da Libertadores da época (Foto: Reprodução/diáriodepernambuco
Fontes: Jornalheiros, Acervo Santos, Futpédia

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*