LON 2×2 CRI – Londrina e Criciúma fazem jogo equilibrado e empatam no Paraná

(Foto: Reprodução/Sportv)

Até o fim da noite, o mandante não havia conseguido embalar duas vitórias consecutivas, enquanto o visitante, havia conquistado apenas 4 pontos em 6 jogos disputados fora de casa. Sob este panorama, Londrina e Criciúma se enfrentaram pela 14ª rodada do Brasileirão da Série B no Estádio do Café e, dentro de campo, as emoções, que, pelos detalhes prévios, prometiam não serem muitas, tardaram a se fazer presentes, contudo, quem trocou a balada de sexta para acompanhar a partida teve a chance de ver uma partida parelha com duas equipes que tendem a se manter na parte de cima da tabela brigando pelo acesso e, no fim das contas, o 2 a 2 foi o placar final.

Com um elenco repleto de caras conhecidas, como Itamar (aquele que chegou como salvação no Flamengo de Luxemburgo e não disputou um jogo oficial sequer), Keirrison (dispensa apresentações) e Germano (ex-Santos e Atlético-MG), o Londrina apenas assistiu o Criciúma jogar durante os primeiros minutos. Pressionando a saída de bola dos paranaenses, os catarinenses, mesmo jogando fora de casa, buscavam sufocar o adversário e, a qualquer custo, abrir o placar nos minutos iniciais. Só que essa postura enérgica não foi transformada em gols e, pouco a pouco, os anfitriões foram capazes de equilibrar as ações do jogo.

Mesmo tendo contido o ímpeto do adversário e ajustando sua saída de bola, o Tubarão esteve longe de demonstrar criatividade. Aproveitando da presença de Itamar na área, a equipe abusava dos cruzamentos, os quais não demonstravam efetividade alguma, enquanto isso, sem o mesmo vigor físico do começo de jogo, o Tigre, sem levar sustos, cozinhava o jogo, já, aparentemente, demonstrando a postura de quem não considera o empate um resultado tão ruim assim.

Quando a etapa inicial já tinha tudo para terminar empatada em 0 a 0, Rafael Silva, zagueiro do Criciúma, teve piedade dos espectadores e decidiu dar emoção a peleja. Em mais um dos cruzamentos despretensiosos do Londrina, o beque decidiu esticar o braço e acabou tocando a bola com a mão. O juiz assinalou pênalti, Germano (em tempos de Eurocopa, GERMANIESTA) não perdoou e inaugurou o marcador.

No segundo tempo, ambas as equipes viram necessidade de apresentar algo de interessante desde o início. Os donos da casa criaram algumas boas oportunidades, mas, quando Gustavo recebeu de costas para a defesa londrinense, foi derrubado dentro da área e mais uma penalidade máxima foi marcada. Na cobrança, o mesmo Gustavo, que é um dos artilheiros da Série B, chutou para defesa do goleiro, porém, no rebote, comprovou o faro de gol e empurrou para as redes. Jogo empatado.

Não tardou para que o Londrina voltasse a aparecer no ataque e, após falha de marcação de Rafael Silva, o responsável por cometer o pênalti na etapa inicial e trazer emoção a partida, Jô surgiu para desempatar o jogo. Tento de desempate que empolgou a equipe e levou Itamar a, inclusive, buscar fazer um golaço ao tentar driblar o goleiro e dar de calcanhar para o gol, no entanto, os deuses do futebol interviram e evitaram a ocorrência de tal. Além do mais, estes mesmos deuses também trataram de agir, invocando o famoso valor da piedade e dando uma chance para Rafael Silva, o grande vilão dos visitantes até então, se redimir com uma cabeçada firme para dentro do gol para igualar novamente o marcador.

O empate persistiu até o fim. Perigou se desfazer nos minutos finais quando Keirisson recebeu de frente para o goleiro, só que chutou em cima dele as chances de uma vitória do Londrina e de uma história mais legal para a crônica. No fim, o resultado valeu pelo equilíbrio do jogo e mantém ambas as equipes ainda sonhando em alcançar o G-4 nas próximas rodadas, com os paranaenses dormindo na 9ª colocação (dois pontos distantes do 4º) e os catarinenses em 5º.

 

FICHA TÉCNICA:
LONDRINA 2×2 CRICIÚMA

Local: Estádio do Café, em Londrina.
Data: 01 de julho de 2016, sexta-feira 
Horário:
 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Marcos Mateus Pereira (CBF-MS)
Assistentes: Alex Ang Ribeiro (ASP-FIFA-SP) e Fabio Rogerio Baesteiro (CBF-SP)

LONDRINA: Marcelo Rangel; Igor Bosel, Matheus, Luizão e Léo; Germano, Rafael Gava e Netinho (Júlio Pacato ou Rondinelly); Paulinho Moccelin, Jô e Itamar (Keirrison).
Técnico: Claudio Tencati

CRICIÚMA: Luiz; Ezequiel, Raphael Silva, Nathan e Niltinho (Marlon); Barreto, João Afonso, Douglas Moreira, Ricardinho e Juninho; Gustavo.
Técnico: Roberto Cavalo

 

Texto: Felipe Ferreira (@felipepf)

1 Comentário em LON 2×2 CRI – Londrina e Criciúma fazem jogo equilibrado e empatam no Paraná

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*