Moto Club de São Luís: o rubro-negro da Fabríl

Moto Club de São Luís é marcado pelo nome diferente e por sua fanática torcida

(Foto: Reprodução/Facebook/Moto Club Oficial)

A grande maioria dos times de futebol possuem em seus nomes os termos “Esporte Clube” ou “Futebol Clube”. Diferente desses demais está o Moto Club de São Luís, que é marcado pelo nome diferente e por sua fanática torcida.

O Moto Club foi fundado em 13 de Setembro de 1937, no centro de São Luís, por Cesar Alexandre Aboud. Inicialmente, a criação do clube visava a participação em competições de ciclismo e motociclismo, que eram bastante praticadas na época. Assim, seu nome inicial era Ciclo Club. No entanto, foi a equipe de futebol que conseguiu destaque.

moto club
Escudo do Moto Club (Foto: Divulgação/ Moto Club)

Apesar de atualmente o time vestir o uniforme rubro-negro, o Moto Club usava o branco e o verde quando foi fundado. Por influência do presidente Cesar Aboud, as cores foram trocadas.

Em 1939, era inaugurado o Estádio Santa Isabel, o primeiro e único estádio particular entre os times maranhenses, e recebeu esse nome em homenagem da fábrica do fundador do clube. Lá foram conquistados os primeiros títulos do Moto. Foram sete títulos em sequência, entre 1944 e 1950. Entretanto, após 33 anos de uso, o estádio foi demolido e deu lugar ao prédio do Ministério da Fazenda.

Estádio Santa Isabel (Foto: Blog História do Futebol)
Estádio Santa Isabel (Foto:Reprodução/Blog História do Futebol)

 

O Moto Club possui um total de 25 títulos maranhenses. Sua primeira conquista na competição aconteceu em 1944, e a última, em 2016. Além disso, foi campeão da Taça Cidade de São Luís em três oportunidades.

A alcunha de Papão do Norte tem duas versões: a primeira é que o time recebeu esse apelido ao ganhar o Copa dos Campeões do Norte, onde superou Paysandu e Fortaleza. A outra versão, é a que o Moto Club cedeu a base do time que formou a seleção maranhense que disputou o Campeonato Brasileiro de Seleções, onde chegou à fase semifinal.

12
Kleber Pereira jogando pelo Moto Club (Foto: Divulgação/Moto Club)

As principais rivalidades que o Moto Club possui são com os outros dois times da capital, o Maranhão Atlético Clube e, em especial, o Sampaio Corrêa. Moto e Sampaio formam o principal clássico maranhense, que é conhecido como “superclássico”. Ele ja atraiu multidões para o Castelão, onde registram-se públicos de 95 mil pessoas, em 1987, e 65 mil, em 2001, os maiores do clássico. Os confrontos diretos favorecem o rubro-negro maranhense, que tem 21 vitórias a mais que o rival tricolor

O manto rubro-negro já foi usado por jogadores que tiveram destaque nacional, como o atacante Kleber Pereira, que jogou no Santos e no Atlético-PR, o goleiro Clemer que já defendeu o Internacional e foi campeão mundial, o “Rei do Gatilho”, Jack Jone, e o volante Márcio Araújo, que não jogou no time profissional de futebol mas começou no time de futsal do clube.

Elenco campeão maranhense (Reprodução/ Globo Esporte)
Elenco campeão maranhense (Reprodução/ Globo Esporte)

Atualmente, o Moto Club disputa a Série D do Campeonato Brasileiro e está no grupo A4, juntamente com Águia de Marabá, Tocantinópolis e Santos-AP.

 

Texto: Pedro Henrique Pereira (@PHPC97)

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*