MUR 2×1 SER – Murici e Sergipe voltam a se enfrentar e donos da casa levam a melhor

Resultado deixa o Sergipe em situação complicada no Grupo A9

Murici e Sergipe mediram forças no José Gomes da Costa (Foto: Jaílson Colácio/Assessoria do Murici)

No Estádio José Gomes da Costa, em Alagoas, Murici e Sergipe voltaram a medir forças pela 4° rodada da Série D do Campeonato Brasileiro. A vitória deixou os donos da casa em boa posição na tabela, encaminhando a classificação, enquanto o Sergipe amarga a lanterna do Grupo A9 e segue sem vencer na competição.

Ciente da necessidade da vitória, o Colorado iniciou com o controle da partida, criando boas chances com Diego Neves logo de início. Mas, não demorou muito para o Alviverde, também precisando do resultado para se afirmar na tabela, tomar para si o comando do jogo. Em momento que o Sergipe era melhor, Paulo Sérgio cobra falta na área e Claúdio, de cabeça, abre o placar para os donos da casa. O gol quebrava a superioridade do Alvirrubro.

Os visitantes demonstraram nervosismo após saírem atrás no placar. O zagueiro André Ribeiro, do Sergipe, levou dois cartões amarelos seguidos por reclamação, um aos 20 e outro aos 34 minutos saindo expulso de jogo ainda na primeira etapa. O banco de reservas inteiro dos sergipanos invadiu o campo para reclamar com a arbitragem e a confusão foi instalada.

Paralisado por 5 minutos, o jogo voltou com domínio dos donos da casa e, aos 42 minutos do Primeiro Tempo, após a zaga do Sergipe falhar, Tarcísio acerta um chute no ângulo e amplia o marcador para o Verdão, 2 a 0.

O Murici voltou para o segundo tempo querendo jogo e logo no primeiro minuto desperdiçou um pênalti com Johnnattan, que bateu mal e facilitou a defesa do goleiro Giovanni. O time rubro continuou demonstrando desequilíbrio emocional, que acabou rendendo cartão amarelo para Rafael. O jogo já parecia liquidado, mas, em cobrança de escanteio de Davi Ceará, Diego Neves cabeceou pro fundo das redes e diminuiu o placar.

Apesar do gol, os sergipanos não tiveram nenhum poder de reação. O que se viu depois na partida foi um show expulsões, uma para cada lado. Gil Baiano, do Sergipe, após falta dura, recebeu vermelho direto e Rodrigão, pelo Murici, recebeu o segundo amarelo e também foi pro vestiário mais cedo.

Os minutos finais serviram para os Alagoanos tocarem a bola e segurarem o jogo. Aos 49 minutos do segundo tempo, o juiz José Woshington da Silva apitou o fim da partida, 2 a 1 no placar, resultado que deixa o Sergipe na lanterna e em situação muito complicada na Série D.

O Sergipe volta à campo no sábado (09), na Arena Batistão, às 20h, para enfrentar o Campinense, enquanto no domingo (10), às 16h, o Murici tem pela frente o Fluminense de Feira, líder do Grupo A9, novamente no Estádio José Gomes da Costa.

FICHA TÉCNICA
MURICI 2 x 1 SERGIPE

Local: Estádio José Gomes da Costa, em Murici (AL)
Data: 26 de junho de 2016, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: José Woshington da Silva (PE)
Auxiliares: Wagner José da Silva (AL) e Cláudio Camilo da Silva (AL)
Cartões amarelos: Johnnattan (MUR), Rodrigão (MUR), André Ribeiro (SER), Jhon Lenon (SER), Carlos Alexandre (SER), Rafael (SER)
Cartões Vermelhos: André Ribeiro (SER), Gil Baiano (SER), Rodrigão (MUR)
Gols: Diego Neves (SER), Tarcísio (MUR), Cláudio (MUR)

SERGIPE: Giovani; Jhon Lenon, André Ribeiro, Alexandre e Tiago Papel (Gabriel); Gil Baiano, Fabrício (Robert), Davi Ceará e Rafael; Hiago e Diego Neves.
Técnico: Luciano Dias

MURICI: Dias; Paulo Sérgio, Cláudio, Rodrigão e Thalisson; Rambo (Sorín), Diego Renato (Gueba), Johnnattan e Léo Gonçalves (Alisson); Wellington e Tarcísio.
Técnico: Bilu

Texto: Felipe Cavalcante @felipecss

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*