O presente para o Galo que marcou o rap nacional

(Foto: Reprodução/Atlético MG)
Por João Alves, PR

Com o nome de “Show da Seleção do Rap” os rappers, Djonga, Chris, Hot, FBC (Escutem o álbum dele no Spotify), Thiago SKP, Vuks, Froid e a brilhante Clara Lima deram voz em cima da produção do EazyCDA, Felipe Arco e Coyote Beatz que também são torcedores-símbolos do Galo e apresentaram uma faixa exclusiva para o clube mineiro. A música foi mostrada ao público pela primeira vez na véspera do aniversário de 111 anos do clube.

(Foto: Reprodução/Atlético MG)

A gente já viu um MC apresentar um jogador, como foi o caso do Rappin Hood na ilustre apresentação do Ronaldo Fenômeno pelo Corinthians em 2008. Mas reunir uma turma dessa, produzir uma música com vários artistas e cantar para a sua torcida, mesmo sendo algo exclusivo para um clube, é único. E se tratando de rap brasileiro, algo completamente inédito e histórico.

Fato curioso é que o Thiago SKP que faz parte da música “Contra O Vento” é filho de Eduardo Maluf, uma das lendas do futebol mineiro e talvez o maior dirigente que já passou pelo clube, até então. Eduardo Maluf dirigiu o time em 2013 no inédito e mais importante título do Atlético-MG, a Libertadores. Ano em que o time enfrentou o Olímpia, time que disputou sua sétima final da competição, enquanto o Galo estava na sua primeira.

Thiago Maluf, filho de Eduardo Maluf (Foto: Reprodução/Atlético MG)

Na ocasião o jogo de ida no Paraguai foi 2×0 para os caras. No jogo de volta, mesmo placar para os brasileiros, levando então a disputa para os pênaltis. O final foi feliz, com aquele time que contava com Victor, Leonardo Silva, Ronaldinho Gaúcho, Diego Tardelli entre outros. Acabaram se tornando campeões da Libertadores de 2013 alcançando até então título inédito para o Galo.

Jogadores do Atlético-MG saem para comemorar a conquista do título inédito da Libertadores (Foto: Marcus Desimoni/UOL)

A CL trocou uma ideia rápida sobre o envolvimento do Thiago Maluf com o clube, com a música e claro, com seu pai, saca só.

CL: Salve SKP, tudo certo? Qual sua relação com o Atlético MG?

Thiago SKP: Salve Joãozinho e CL! O galo é foda! É um time que vai além do futebol e é a história com a minha família. Meu pai trabalhou lá por anos até ele falecer em 2017. Nunca vou esquecer a forma como o clube e a torcida sempre trataram meu pai e sua história. Sem palavras, gratidão eterna.

CL: Como você imagina o Atlético-MG daqui a mais cento e onze anos ?

Thiago SKP: imagino que os valores que a torcida tem pelo time vão se manter e aumentar cada vez mais e que o time vai disputar os maiores campeonatos do mundo, se existir mundo até lá.

CL: Qual a sensação de participar dessa música histórica no Rap e homenagear seu pai?

Thiago SKP: É o minimo que eu poderia fazer, tanto pelo Galo quanto pelo meu pai. Uma satisfação enorme poder eternizar uma homenagem pro meu pai numa parte dessa poesia, vários monstros que admiro também estão envolvidos nesse som, todos pelo galo, o que deixa minha satisfação ainda maior. É o Rap!

Assista agora com o clipe de “Contra O Vento” dessa rapaziada da pesada.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*