Obi Mikel e um dos gestos mais marcantes da Rio 2016

Quando o amor pelo futebol vai além das quatro linhas

Foto: reprodução/ Vanguard
Por: Jean Costa

Caros confrades, que os jogos olímpicos do Rio deixaram seu legado e marcas históricas todos nós sabemos, mas o que nem todo mundo sabe é o motivo da seleção nigeriana de futebol ter chegado atrasada para a competição. Todo esse transtorno teve um motivo, mas que graças ao carismático Obi Mikel teve um “final feliz”.

A seleção da Nigéria quase não chegou ao Brasil devida a total desorganização de sua confederação. Falta de pagamento e problemas com o avião foram algumas das pendências, mas, então, entrou em cena um dos jogadores mais carismáticos do país, John Obi Mikel. Mikel revelou em uma entrevista para o Goal.com que doou aproximadamente R$ 130 mil para a equipe conseguir viajar para os jogos olímpicos. E todo o esforço valeu a pena. A seleção foi recompensada com um bronze.

“Eu tinha que fazer isso. Fui para o campo e vi a frustração dos garotos, a dor e raiva. O sofrimento que eles estavam passando. Eles viveram isso por dois anos, para jogar a Olimpíada, era o objetivo. Eu estava vendo aquilo, eles queriam começar a carreira deles, mas alguém no ministério estava tentando acabar com este sonho”, disse o atleta ao site.

A seleção Nigeriana estava concentrada em Atlanta, o mesmo local onde foram campeões olímpicos em 1996, mas o transtorno ia aumentando conforme o tempo passava pelo fato de nenhum voo para o Brasil ter sido providenciado.

Parecia mesmo que confederação e ministério estavam tentando acabar com o sonho das Super Águias, porém, nada seria capaz de fazer os rapazes desistirem de seu sonho de disputar uma Olimpíada. Coube a Mikel revelar outras dificuldades que o elenco passou: “Eu disse para mim mesmo que não ia deixar isso acontecer. Se eu pudesse ajudar, ia ajudar. Algumas vezes não tinha comida, não tinha nem campo para treinar ou ônibus para levar aos treinos. Então tudo isso foi providenciado por mim e pelo técnico. Juntamos dinheiro, viajamos para Atleta e acho que os atletas gostaram do que fiz pelo time”, contou.

No derradeiro dia, Obi Mikel e companhia passaram por ainda mais dificuldades, como que se já não tivessem passado pelo bastante. A seleção africana só conseguiu chegar a Manaus sete horas antes da partida contra o Japão, no dia 4 de agosto, e mesmo assim venceu a partida por 5 a 4. Tamanha dedicação valeu a pena e Mikel acredita que tudo isso fortaleceu a equipe nos jogos.

Obi Mikel divulgando em sua conta do Instagram uma foto após a conquista da medalha de bronze nos jogos / Reprodução: Instagram
Obi Mikel divulgando em sua conta do Instagram uma foto após a conquista da medalha de bronze nos jogos (Foto: Reprodução/ Instagram)

“Fomos para o hotel, largamos nossas mochilas e pegamos uns sanduíches, algumas coisas para comer. Então fomos para o estádio porque não tínhamos feito nem nossas credenciais. Foi muito agitado e confuso, não sei como vencemos aquele jogo. Mas os garotos olharam para mim e entenderam o que falei para eles. Tivemos muitos problemas fora de campo, mas sempre disse que isso não podia nos afetar dentro de campo”.

Apesar de tudo que passou, a seleção nigeriana nos ensinou uma lição valiosíssima: nunca desistir do que queremos. O que parecia se tornar trágico, no final se tornou uma linda história, não só para Mikel é claro, a sua atitude de ouro vai repercutir por muito tempo e sinceramente, que a confederação valorize isso!

As confederações, de fato, são uma cicatriz no futebol que nem o fator de cura de um personagem como o Wolverine poderia curar. Mas, enquanto existem essas maçãs podres por aí, Obi Mikel surge como um fato novo para nos encher de esperança. Uma atitude digna de um grande moralizador.

2 Comentários em Obi Mikel e um dos gestos mais marcantes da Rio 2016

  1. Favor verificar a parte . “Juntamos dinheiro, viajamos para Atleta e acho que os atletas gostaram do que fiz pelo time” acredito que seja viajamos para “Atlanta”. Um abraço confrades.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*