OEC 1×1 GEB – No dia nacional do futebol, duelo inédito termina empatado pela Série B

Oeste começa melhor, Brasil de Pelotas equilibra, mas jogo inédito acaba empatado

Oeste e Brasil se enfrentaram pela primeira vez (Foto: Jonathan Silva / Divulgação)
Oeste e Brasil se enfrentaram pela primeira vez (Foto: Jonathan Silva / Divulgação)

Pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro Série B, o Oeste enfrentou o Brasil de Pelotas nesta terça-feira (20), empatando em 1 a 1. Como uma comemoração ao dia nacional do futebol, o duelo entre Oeste e Brasil de Pelotas ocorreu pela primeira vez. Buscando se distanciar da zona de rebaixamento, o time de Itápolis duelou com os gaúchos na Arena Barueri precisando de uma vitória, após deixar três pontos escaparem, no último final de semana, contra o Avaí.

A equipe de Fernando Diniz jogava dispersa e dominava totalmente o jogo. Já o Xavante não acertava a marcação e sequer oferecia perigo para o adversário. De forma oposta, o rubro-negro paulista ora chegava em contra-ataque, ora em jogadas ensaiadas. A pressão e domínio eram tantos que o gol não demoraria a sair. Aos 23 minutos, após grande jogada de Betinho pela direita, Marcus Vinícius subiu livre na pequena área e testou firme de cabeça, sem chances para Eduardo Martini. Com a abertura do placar, o atacante se tornou o artilheiro da equipe no campeonato, com cinco gols.

A equipe paulista dominava o jogo no primeiro tempo, mas logo que abriu o placar levou um balde de água fria com o gol Xavante em oportunismo do atacante Ramon Foto: Reprodução/Twitter/@goleada_info
A equipe paulista dominava o jogo no primeiro tempo, mas logo que abriu o placar, levou um balde de água fria com o gol Xavante, em oportunidade do atacante Ramon (Foto: [email protected]_info)

A reação gaúcha foi rápida. Um minuto após sofrer o gol, em boa tabela com Felipe Garcia, Ramon recebeu em profundidade, avançou e bateu firme para igualar o placar em Barueri. Com esse tento, Ramon chegou ao seu terceiro no campeonato.

Apesar do empate, o rubro-negro gaúcho foi mal no primeiro tempo. A equipe sentia as jogadas criadas pelo meio, mas contava com boa atuação de Martini lá atrás e também com as oportunidades de Ramon na frente. A equipe até equilibrou o jogo após o gol de empate, mas o trato de bola dos paulistas era tanto que o resultado acabou sendo injusto no primeiro tempo.

O Brasil de Pelotas voltou melhor para o segundo tempo. Já no primeiro minuto, a equipe chegou com o vice-artilheiro do campeonato, Felipe Garcia, arriscando de longe. O clube gaúcho chegava também com o oportunista Ramon. Na primeira tentativa, o atacante parou em uma defesa de ombro do goleiro Felipe Alves, e na segunda teve um chute abafado pela zaga. Com a marcação Xavante ajustada pelo técnico Rogério Zimmermann, o Oeste não criou mais no jogo e por pouco não tomou a virada em mais um lance de perigo do atacante Ramon, que foi anulado por posicionamento irregular do jogador.

Fernando Diniz mexeu na equipe paulista, mas nada que pudesse surtir efeito dentro de campo, para a ira do treinador. O Brasil seguia melhor no segundo tempo. E melhor chance do Oeste na segunda etapa veio no final, com Marquinhos. Após cruzamento, o atacante desviou de cabeça mandando a bola para fora.

Oeste e Brasil de Pelotas se enfrentaram pela primeira vez na história, na noite desta terça-feira, na Arena Barueri
Oeste e Brasil de Pelotas se enfrentaram pela primeira vez na história, na noite desta terça-feira, na Arena Barueri (Foto: [email protected]_info)

Com o resultado, o Brasil vai a 24 pontos e sobe para sétimo na tabela. Enquanto o Oeste, que com o resultado completa três jogos sem vencer, acumula seu segundo empate consecutivo e sobe para a 13ª colocação, com 21 pontos. O resultado afasta um pouco o time paulista da zona de rebaixamento. O Xavante volta a campo na sexta-feira (9), às 19h15, contra o CRB em Maceió. Já o Oeste vai até Santa Catarina enfrentar Joinville no sábado, as 16h.

FICHA TÉCNICA
Oeste x Brasil de Pelotas

Local: Arena Barueri, em Barueri (SP)
Data: 19 de julho de 2016, terça-feira
Hora: 19h15 (de Brasília)
Árbitro: João Batista de Arruda
Assistentes: Eduardo de Souza Couto e Thiago Rosa de Oliveira

Oeste: Felipe Alves; Betinho, Bruno Silva e Felipe Rodrigues (Francis); Danielzinho, Matheus Vargas, Mazinho e Renan Mota (Wellington); Marquinhos, Léo Artur e Marcus Vinícius (Crysan).

Técnico: Fernando Diniz.

Brasil de Pelotas:  Eduardo Martini; Weldinho, Camilo, Cirilo, Marlon; Leandro Leite, Washington, Nem, Felipe Garcia e Clébson (Elias); e Ramon (Nathan).

Técnico: Rogério Zimmermann.

Texto: Jean Costa / Twitter (@_ojean)

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*