Ryan Giggs: o jogador mais vencedor da história

Com 36 taças levantadas, não existe jogador na história com mais títulos que o galês

Ryan Giggs foi duas vezes campeão da Champions League com o Manchester United (Foto: Daily Mail)
Por: Bruno Todaro (RJ)

Quem foi melhor: Pelé ou Maradona? Zico ou Zidane? Cruyff ou Ronaldinho? Em qualquer discussão desse nível, é inevitável que o item “Copa do Mundo” seja levantado em alguma hora. Não podia ser diferente, já que o torneio é o maior evento futebolístico (e por que não esportivo?) do mundo. Há quem diga que um jogador só pode ser considerado craque, gênio, lenda, ou como você prefira chamar, quem tenha no currículo ao menos uma taça. Mas como classificar um jogador que nem sequer chegou a disputar uma? E quando esse jogador é o maior vencedor de títulos da história do futebol? Nesse caso, só há uma definição: Ryan Giggs!

Ninguém ganhou mais troféus que esse senhor (Foto: Lance!)

Com mais de 1000 jogos disputados, Giggs é um dos maiores ídolos da história dos red devils, e certamente o maior jogador galês da história. Sua jornada começou há 30 anos (1987), ao chegar às categorias de base do clube. No dia 2 de março de 1991 fez sua estreia profissional, em derrota para o Everton por 2 a 0. Em 2014, se aposentou após 963 jogos e 168 gols pelo clube inglês, além de 63 jogos e 12 gols pela seleção galesa. Foram 36 títulos durante essa jornada. Na Premier League, uma série de recordes são assinados com seu nome: maior número de temporadas disputadas (22); maior vencedor (13); maior assistente (162); mais jogos disputados (632). O jogador também foi selecionado para a seleção histórica de 10 anos da Premier League, para a seleção de 20 anos, e  considerado o melhor jogador da liga nessas duas décadas de existência.

Twitter do United relembra data em que Giggs estreava pelo clube (Foto/Reprodução: Twitter @ManUtd)
Twitter do United relembra data em que Giggs estreava pelo clube (Reprodução: Twitter @ManUtd)

Falar sobre Ryan Giggs vai muito além de números estatísticos. Dono de uma técnica fora do comum, o britânico sempre foi um jogador acima da média pela sua simplicidade. Esqueça dribles sem objetividade, arrancadas partindo do campo de defesa, bombas de fora da área… Giggs será para sempre lembrado pelos passes precisos, visão de jogo privilegiada, dedicação tática, e muita tranquilidade. Além da parte técnica, o galês tinha um físico invejável. Aos 35 anos, conquistava sua segunda Champions League, jogando 43 partidas na temporada. No ano seguinte, disputou 47.

Infelizmente quis o destino que ele nascesse em País de Gales, o privando de disputar competições pelo seu país, como a Copa do Mundo e a Eurocopa. Em 17 anos servindo a seleção, seu auge foi em 2012, quando foi convidado a disputar as Olimpíadas pela Grã-Bretanha, aos 38 anos. Na competição, o jogador marcou um gol, em cinco jogos disputados, e terminou em 5º lugar.

Pela seleção bretã, Giggs disputou cinco jogos e marcou um gol (Foto: Fox Sports)

Principais recordes e prêmios individuais:

– Mais títulos de Premier League (13)
– Mais partidas disputadas na Premier League (632)
– Mais assistências na Premier League (162)
– Único jogador a marcar em todas as temporadas da Premier League (até sua aposentadoria) *
– Único jogador do United a marcar em 15 edições diferentes de Champions League
– Melhor jogador da Premier League (08-09)
– Hall da Fama do Futebol Inglês (2005)
– Jogador mais velho a disputar uma partida nas Olimpíadas
– Jogador mais  velho a marcar em Olimpíadas

Fontes: Premier League; ESPN; Wikipedia

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*