A saga da seleção nigeriana de futebol para chegar a Rio 2016

nigerianos viveram verdadeira maratona para chegar ao rio de janeiro

Seleção sub-23 da Nigéria (Foto: Reprodução/newfanzone)

O futebol na Olimpíada é um dos esportes mais ignorados pelo seu mundo. Vários jogadores foram proibidos de participar dos jogos pelos seus clubes. Alguns dizem que o ouro olímpico não vale de coisa alguma. Mas não para os nigerianos. Eles correram contra o tempo para conseguirem chegar ao Brasil.

O primeiro problema dos “Super Eagles” foi que a Federação de futebol atravessa uma imensa crise política e financeira. Isso colocou em risco a participação nigeriana, que sequer tinha dinheiro para custear as passagens aéreas da seleção, e só conseguiram as passagens por meio de um patrocínio pontual.

O principal jogador do elenco, o meio campista John Obi Mikel, do Chelsea, desembolsou 30 mil dólares (aproximadamente R$ 115 mil). O dinheiro doado deve ajudar a custear todos os gastos da seleção nigeriana no Brasil e dar um suporte para pagar os salários da comissão técnica, que não recebe há mais de 5 meses.

O destaque da seleção nigeriana, John Obi Mikel (Foto: Scott Heavey/Getty Images South America)
O destaque da seleção nigeriana, John Obi Mikel (Foto: Scott Heavey/Getty Images South America)

A missão já parecia resolvida. Entretanto, a chegada dos nigerianos ao Brasil que era esperada para o último fim de semana, acabou não ocorrendo por causa de três chegadas adiadas pelo o incrível problema do avião ser muito pequeno e não comportar toda a delegação. Além dos problemas com as aeronaves, os nigerianos enfrentaram também problemas com os bancos. Segundo apurou a BBC, os problemas no banco se dão por causa da passagem do dinheiro por várias contas e também pela taxa de conversão do câmbio.

Após todos esses eventos catastróficos com a seleção, finalmente eles conseguem embarcar para o Brasil, nesta quinta-feira (4) às 7h do horário de Brasília. Os “Super Eagles” pegaram o voo em Atlanta, nos Estados Unidos, para Manaus. Chegaram por volta das 14h, do horário de Brasília. A estreia da Nigéria foi contra o Japão, e acabou ganhando por 5×4, em um jogaço. Ganhou também a segunda partida, por 1×0 da Suécia. Com certeza, os nigerianos contam com a benção de Kanu “O perigoso” e já são os campeões morais do ouro olímpico.

Texto: Lucas Bastos Gabriel (@sir_bastos)

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*