SAO 0X2 ATL – Atlético Nacional cala Morumbi e São Paulo depende de milagre para ir à final

Exposto após a expulsão de Maicon, São Paulo não suporta a pressão e sofre com atacante Borja

São Paulo tentou, mas não conseguiu furar a defesa colombiana (Foto: Fernando Nunes/saopaulofc.net)

Os colombianos do Atlético Nacional calaram mais de 60 mil torcedores na noite dessa quarta-feira (6), no estádio do Morumbi, em São Paulo. Depois de 40 dias de espera, a torcida tricolor lotou as arquibancadas para empurrar sua equipe rumo à final da Copa Libertadores da América. Em uma partida carente de qualidade técnica, a equipe andina aproveitou a expulsão do capitão Maicon e encaminhou sua vaga na finalíssima com uma vitória de 2 a 0 fora de casa.

Sentindo o peso da ausência de sua cabeça pensante, o meia Paulo Henrique Ganso, o São Paulo mais uma vez foi montado com Ytalo na posição do camisa 10 fazendo um papel de segundo atacante. Sem criatividade, a equipe mandante buscava o gol pelas laterais, principalmente pela esquerda, com Michel Bastos e Mena fazendo ultrapassagens. Pouco para quem precisava fazer o placar em seu território. O tricolor tentou chegar ao gol por meio de cruzamentos em 29 oportunidades, mas apenas seis destas foram efetivas.

Falta de produção e cadência de um lado, tranquilidade de outro. O Atlético Nacional segurava o ímpeto do São Paulo e saía tocando a bola com calma e paciência. Os colombianos trocaram exatos 440 passes, com apenas 43 erros, enquanto o adversário só acertava 293. O goleiro Armani trabalhava em jogadas isoladas, e teve como principal perigo uma finalização de Michel Bastos que parou no arqueiro.

Apesar do falso domínio, o São Paulo ainda era protagonista das melhores ações do jogo, mas até os 28 minutos, quando em um lance infantil, o zagueiro Maicon empurrou a cabeça do atacante Borja e recebeu o cartão vermelho. A partir dali, o Atlético cresceu e comandou o gramado do Morumbi. Edgardo Bauza optou por manter a equipe ofensiva e “abandonou” o zagueiro Rodrigo Caio na defesa. Prato cheio para o matador Borja, que após uma triangulação do ataque, tocou na saída de Dênis e abriu o placar.

Mesmo com a tentativa de Bauza em colocar Daniel no lugar de João Schmidt para tentar suprir a ausência de Ganso, o São Paulo permaneceu inerte e exposto. Aos 43 minutos, Marlos Moreno deixou Borja na cara do gol para marcar mais uma vez e aumentar o drama tricolor. O Atlético Nacional pode perder por um gol de diferença em casa na próxima quarta-feira (19), em casa, que carimba o passaporte para a final.

Já o São Paulo depende de um milagre. Ganso e Kelvin podem retornar a equipe, mas Maicon, pilar da equipe, cumprirá suspensão.

 

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 0X2 ATLÉTICO NACIONAL-COL

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 06 de julho de 2016, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Mauro Vigliano (ARG)
Assistentes: Juan Belatti e Gustavo Rossi (ambos da ARG)
Cartões amarelos: João Schmidt (São Paulo); Díaz, Borja (Atlético Nacional)
Cartão vermelho: Maicon (SAO)
Gols: Borja, aos 36 e 43 minutos do segundo tempo

SÃO PAULO: Denis; Bruno, Maicon, Rodrigo Caio e Mena; João Schmidt (Daniel), Thiago Mendes, Wesley (Hudson), Ytalo (Alan Kardec) e Michel Bastos; Calleri.
Técnico: Edgardo Bauza

ATLÉTICO NACIONAL: Armani; Bocanegra, Sánchez, Henríquez e Díaz; Mejía, Pérez (Arias) e Macnelly Torres; Marlos Moreno (Blanco), Ibarguén (Guerra) e Borja.
Técnico: Reinaldo Rueda

Público: 61.766
Renda: R$ 7.526.480,00

 

Texto: Mathews Moura

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*