Terrão molda caráter

Campo em plenas condições para um jogo moralizador
Campo em plenas condições para um jogo moralizador

Amigo torcedor, amigo secador, na cabeça de quem ainda vive o futebol Amador, símbolo da sobrevivência da raiz do esporte, os campos de várzea são nossos pontos de encontro com o passado. No estádio de várzea, o servente de pedreiro, 9, matador nato vive seus momentos de craque eterno, como Jairzinho Furacão, único a marcar em todos os jogos de uma Copa.

Na cabeça do torcedor de várzea, qualquer um pode ser ídolo do bairro, do padeiro ao cantor de pagode que ainda não faz sucesso. Muitos que ficaram no caminho, que até tinham mais futebol que aquele “perna de pau” atacante da série A, mas que terminaram fadados aos campos de terra, aquele que envolve toda a comunidade.

Terrão molda caráter. Da 442
Terrão molda caráter. Da 442

Na cabeça do torcedor de várzea o objetivo é vencer o campeonato, não pelo dinheiro, mas pelo amor, pela alegria do povão!

Na várzea vale tudo, torcida pressionando o arbitro, campo rodeado de torcedor com foguete na mão, o cachorro que invade o “terrão” e morde o juiz, a esposa chingando o marido, o vendedor de picolé parado, como um olheiro, criticando o volante que “morcega” na marcação.

Neste país, onde a “Amarelinha” já foi a camisa mais cobiçada, trocada por Champions League, que nojo, o torcedor ainda alimenta na várzea suas vontades, ali o futebol não mudou, é tudo pelo esporte, de geração para geração, nos filhos que hoje aos 20 chamam Bebeto ou Romário, que os mais novos são Ronaldo ou Rivaldo.

Campo em plenas condições para um jogo moralizador
Campo em plenas condições para um jogo moralizador

No futebol de várzea, tudo é mesmo diferente. Estádio não é arena, arquibancada é barranco de terra, e o Várzea.F.C é muito mais que a seleção Brasileira. É o time dos pés-descalços, ouviram da torcida que vitória vale a carne do churrasco por conta do “chefia”.

É na várzea que ainda se alimenta nossas raízes, no futebol domingo  de manhã, com chuteiras pretas, sujas de terra, na camisa lavada pela Dona Maria, que só cobra o sabão de barra, tudo para cuidar da camisa de “seus” meninos.

Ela também é torcedora.

Na várzea o futebol vive, e terrão molda caráter.

Texto: Daniel Bravo

9 Comentários em Terrão molda caráter

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*