ARG x CHI: Tira-teima das Américas

Argentina e Chile repetem a final de 2015 na decisão da Copa América Centenário em Nova Jersey

Duelo entre Tata Martino e Juan Antonio Pizza marca decisão entre Argentina e Chile (Imagem: Olé)

Um ano após o título em casa, a seleção chilena tenta ser bicampeã da Copa América. Do outro lado a Argentina busca quebrar um jejum de 23 anos sem títulos em torneios oficiais, e conta com a ótima fase do craque Lionel Messi para quebrar essa escrita.

Uma final justa, já que as duas seleções foram as que apresentaram o melhor futebol da competição, com nossos “Hermanos” chegando para esse jogo com 100% de aproveitamento. Os chilenos demoraram um pouco mais para engrenar no torneio, perderam na primeira partida, justamente contra a própria Argentina, e venceram a Bolívia no jogo seguinte com um gol de pênalti, após um lance muito contestado. Mas conseguiu mostrar muita força ofensiva e organização tática nas partidas seguintes, principalmente na goleada por 7 a 0 sobre a seleção mexicana.

A Argentina chega como a grande favorita à final, mas sofre com diversos desfalques para esse jogo. Os Hermanos perderam o atacante Lavezzi, com uma fratura no cotovelo, e o volante Fernandéz, que sofreu uma lesão grave na coxa. Di Maria ainda é dúvida, o meia atacante do PSG ainda não se recuperou da contusão sofrida na partida contra o Panamá, outro que também não tem a escalação confirmada é o lateral esquerdo Rojo, que sofreu uma contratura e foi substituído na semi final contra os EUA. Javier Pastore e Nicolás Gaitan também não estão assegurados no jogo, pois não participaram do último treino da equipe. Com tantos problemas, Tatá Martino teve dificuldades para conseguir treinar seu time para a partida, pois tinha à sua disposição apenas dezessete atletas para realizar as suas atividades de campo, sendo que desses, três eram goleiros.

Enquanto os argentinos enfrentam tantos problemas para a final, o Chile contou com todos os seus jogadores, inclusive com a participação do atacante Sanchez, que sentia dores musculares após a última partida, e a recuperação do meia Marcelo Díaz. A equipe chilena ainda conta com o retorno do seu craque, Vidal estará em campo após cumprir suspensão na partida contra a Colômbia, com isso “La Roja” terá força total nesse jogo.

Pizzi e Díaz em treino tranquilo da seleção chilena
Pizzi e Díaz em treino tranquilo da seleção chilena (Foto: Mexsports)

Mesmo sendo uma versão especial, a Copa América Centenário terá o seu vencedor reconhecido nas estatísticas do torneio, porém a vaga para a próxima edição da Copa das Confederações está assegurada ao Chile, vencedor da edição do ano passado.

Façam suas apostas! E aí, quem será o campeão? Argentina ou Chile?

Texto: Wagner Ponce @wagnerponce

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*