Trabzonspor mostrou uma das formas de se vingar de um racista

(Foto: Reprodução/sportige.com)

O futebol tem um papel de destaque na sociedade por sua importância e grandeza e, muitas vezes, ele reflete muito bem as situações decorrentes de uma população. No entanto, alguns casos se resumem a minorias que, por meio de suas atitudes, mancham o nome do esporte.

Em 2012, durante o primeiro jogo da Super Copa da Turquia entre Fenerbahce e Trazbzonspor, o jogador Emre Belozoglu foi acusado de insultar o marfinense Didier Zokora, o chamando de “negro sujo”. O jogador deveria ter sido suspenso por 4 até 8 jogos, devido a essa conduta em campo, o que não aconteceu. Bozoglu recebeu uma pena “branda” de 3 jogos de suspensão. Descontentes com a falta de rigor do “STJD” turco, os jogadores do Trazbzonspor resolveram sair em defesa do companheiro e fazer justiça com os próprios pés.

As divergências com Bozoglu começaram logo na apresentação dos times, onde Zokora e alguns de seus companheiros se recusaram a apertar a mão do jogador turco. Quando o juiz iniciou a partida, foi um verdadeiro show de Cenas Lamentáveis.

Infelizmente atitudes como esta ainda ocorrem, não só no futebol. O que o time do Trabzonspor fez mostrou que não podem ser mais aceitas atitudes como estas e as agressões voltadas ao jogador turco, se referiam tanto a atitude como a certa “impunidade” no caso, algo que ocorre em vários episódios preconceituosos.

 

Texto: Pedro Henrique Pereira (@PHPC97)

8 Comentários em Trabzonspor mostrou uma das formas de se vingar de um racista

  1. isso não existe, responder violência com violência é a mesma coisa que fazem quando atiram no presidiário ou no menor infrator desproporcionalmente, assim como gentileza gera gentileza, violência gera violência… é impressão minha ou os comentários anti racistas são homofóbicos??? aí de que adianta? não há coerência, 1000 vezes a reação do Dani Alves que comeu a banana que lançaram… realmente lamentável!!!

  2. “Cenas lamentáveis”??? Racista tem que se fuder mesmo. Pena que não arrancaram a perna desse energúmeno. E quem não gostou dessa opinião, vá lá dar a bunda pra esse panaca.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*