CL na Copa: Uma Suécia sem Ibrahimovic e em busca de superação

CHEGAR NAS OITAVAS SERÁ UMA VITÓRIA

A seleção sueca. (Foto: Site Oficial)
Por Daniel Bravo, MG

Amigo torcedor, amigo leitor. A Copa do Mundo na Rússia está cada vez mais perto e agora conheceremos um pouco sobre a Suécia. A seleção é uma das 14 nações europeias que estarão presentes na Copa. O país que não teve caminho fácil para se classificar para a competição passou desde a aposentadoria de seu maior nome em 2016, Ibrahimovic, a classificação contra a tradicional Itália, até a lista dos 23 nomes que estarão no mundial. Chegou a hora de saber um pouco mais sobre o país que inclusive possui um filho de ninguém menos que Garrincha, mas isso foi em outro Mundial…

A Suécia que esteve fora da Copa do Mundo no Brasil em 2014, caiu no Grupo A nas Eliminatórias europeias e se classificou em segundo lugar. Sendo assim, restou a disputa da repescagem. Em seu grupo, enfrentou a França, que ficou em primeiro, além da sempre forte e tradicional Holanda, terceiro lugar da chave. As outras equipes eliminadas foram a Bulgária, Luxemburgo e Belarus.

Na repescagem, o time enfrentou a tradicional Itália e venceu por 1×0 em seu território e segurou o empate fora de casa. É bem verdade que a Azzurra não vivia seu melhor momento, mas também sabemos como, por vezes, camisa pesa. Dessa vez, não foi o caso.

Outro fato a ser lembrado é o momento vivido pela Suécia após a eliminação da Euro 2016 sem nenhuma vitória. Naquele momento o país viu seu grande astro anunciar a aposentadoria da Seleção. Depois do fiasco, Ibrahimovic noticiou que não defenderia mais seu país. Bem verdade é que o grandalhão tentou voltar atrás quando a equipe se classificou para a Copa do Mundo, mas a decisão não foi acatada pelo técnico Janne Andersson, que afirmou ter adotado uma forma de o time jogar sem o craque que ficou de fora do Mundial.

Deixado de fora da lista, Ibra não vai à Copa (Foto: AFP)

Lista dos convocados:

Goleiros: Robin Olsen (Copenhague-DIN), Karl-Johan Johnsson (Guingamp-FRA) e Kristoffer Nordfeldt (Swansea-ING);

Defensores: Mikael Lustig (Celtic-ESC), Victor Lindelöf (Manchester United-ING), Andreas Granqvist (Krasnodar-RUS), Martin Olsson (Swansea-ING), Ludwig Augustinsson (Werder Bremen-ALE), Filip Helander (Bologna-ITA), Emil Krafth (Bologna-ITA) e Pontus Jansson (Leeds-ING);

Meio-campistas: Sebastian Larsson (Hull City-ING), Albin Ekdal (Hamburgo-ALE), Emil Forsberg (RB Leipzg-ALE), Gustav Svensson (Seattle Sounders-EUA), Oscar Hiljemark (Genoa-ITA), Viktor Claesson (Krasnodar-RUS), Marcus Rohdén (Crotone-ITA), Ola Toivonen (Toulouse-FRA) e Jimmy Durmaz;(Toulouse-FRA)

Atacantes: Marcus Berg (Al Ain-EAU), John Guidetti (Alavés-ESP) e Isaac Kiese Thelin (Wassland-Beveren-BEL).

Os destaques da seleção sueca ficam por conta do zagueiro Nilsson-Lindelöf de 23 anos, que disputará sua primeira Copa do Mundo, e atua no Manchester United. Atributos que acabam tornando um nome conhecido do público.

Outro nome que carrega algum reconhecimento é o meia Emil Forsberg, destaque do RB Leipzig e que fez uma boa temporada com a camisa 10 do time alemão. O jogador que chegou a ser cogitado no Liverpool tem 25 anos e atua pelas pontas.

Destaque do RB Leipzeg, Forsberg é o 10 sueco. (Foto: AP)

Bem amigos, a verdade é que com um elenco nada extravagante e sem Ibra, a Suécia não deve ser uma das seleções marcantes na Copa do Mundo da Rússia. Atuando no grupo F ao lado de Alemanha, Coreia do Sul e México, a equipe terá que suar a camisa para conquistar uma vaga na fase mata-mata da competição ou mesmo para, assim como na Eurocopa, não segurar a lanterna do grupo. Palpites?

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*